Entre Anjos e Demônios

Forum gratis : Fórum destinado ao sistema de RPG storyteller Demônio a Queda para jogos Play By Fórum. Narradores e Jogadores ativos. Sistema de Exp e evolução de Personagem. Seja um Anjo ou um Demônio em uma busca pela decisão do Juizo Final.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Um conto das Colinas Silenciosas - Part II: Pela Escuridão - Jean Dasnoy

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Um conto das Colinas Silenciosas - Part II: Pela Escuridão - Jean Dasnoy   Dom Dez 03, 2017 10:26 pm

     

Trilha Sonora:
 


Jean e Sarah ficavam horrorizados com a cena que viam. De todos os ambientes estranhos que tiveram, aquele sem dúvida era o mais temível, o mais extravagante, o mais desesperador. Cercado por uma onda de morte, dor, e a sensação de estar no inferno do pior dos pecadores, Jean sinalizava para Sarah que estava com os olhos arregalados e com a boca fechada olhando aquela monstruosidade. Ela logo olhara para Jean e felizmente ela ainda parecia estar em si, embora sua coloração de pele tenha ficado pálida.

Ela logo assentia e Jean via que ela estava tremendo dos pés à cabeça, ela logo acompanhava Jean sem dar nenhum pio e então ambos saíam da sala deixando aquela maldição para trás e fechando a porta.

Sarah olhava para o vazio, ela parecia que ia passar mal, parecia estar segurando o vômito e então ela começava a respirar e logo se compõe, e Jean podia ver que a moça derramava lágrimas. Ela se aproximava de Jean praticamente puxando ele pela gola da jaqueta.

- O-O- Que-Que era a-aquilo... Jean??? Pelo amor de Deus o que era aquilo!?!? Eram pessoas!? Eram monstros??? Aquelas coisas fizeram isso com eles!?!?!? É o que vão fazer com a gente se nos pegarem???


Sarah estava amedrontada, Jean claramente havia conseguido manter-se em si mesmo diante daquele circo de horrores e embora Sarah não tivesse surtado de vez ao ver aquilo, certamente tinha mexido com ela.

MAPA:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Um conto das Colinas Silenciosas - Part II: Pela Escuridão - Jean Dasnoy   Seg Dez 04, 2017 2:22 pm

As coisas não estavam boas. Se tudo continuar desse jeito Sarah não vai conseguir sair dessa. Jean precisa fazer alguma coisa, então ele abraçou Sarah mais uma vez.

Jean: - Calma Sarah! Não se desespere! Tudo isso é um terrível pesadelo e nós precisamos achar uma saída para acordar dessa loucura toda. Não se deixe levar por tudo o que acontece aqui, apenas peite tudo de cabeça erguida e não se deixe levar pela insanidade que tenta entrar em nossas cabeças. Não se esqueça também que não está sozinha.

Jean continua abraçado até sentir que Sarah esteja melhor, então seguirá para outras salas, pronto para mais pesadelos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Um conto das Colinas Silenciosas - Part II: Pela Escuridão - Jean Dasnoy   Qua Dez 06, 2017 9:37 am

     

Trilha Sonora:
 

Ouvindo as palavras de Jean e olhando bem ao fundo dos olhos, Sarah lentamente começava a abraçar o universitário, ela estava tremendo ainda em algum tempo ela desfazia o abraço.

Sarah escreveu:
- Vo-Você tem razão, eu não to sozinha, não mais... Você está aqui comigo agora, e eu sei que não vai me abandonar.

Ela então esboçava um leve sorriso e dava um beijo no rosto de Jean. Sarah ainda tremia, mas menos do que antes.

Sarah escreveu:
- Vamos... Temos que dar um jeito de sair daqui.

Concordando com isso, Jean se encaminha com Sarah para a sala do plantonista. Sarah ainda tinha nas mãos o panfleto do lago toluca e ela engolia a seco e começava a olhá-lo enquanto os dois seguiam para a sala. Jean tentava abrir a porta, antes Sarah se preparava emocionalmente para encontrar outro terror, porém felizmente ou infelizmente, a sala estava trancada do lado de dentro. Pulando para a próxima sala, a sala do diretor, no caminho Sarah comentava.

Sarah escreveu:
- Eu tenho a impressão que já visitei esse lago... Mas estranho, essa é a primeira vez que venho pra Silent Hill, a primeira vez pra nunca mais. Mas o lugar parece ser muito bonito, eu teria lembrado se tivesse visitado um lugar parecido assim.

Eles então chegavam na frente da porta da sala do diretor. Sarah parava em frente e entregava o panfleto de volta a Jean. Novamente se preparava para abrirem a porta, e assim que Jean a abre, eles viam a sala do diretor. Ela inteira estava coberta por um tecido, das paredes ao teto e ao chão, como se a sala inteira estivesse contaminada por algum vírus e precisou ser posta em quarentena. Havia apenas uma mesa também coberta pelo tecido de prevenção com um papel com uma prancheta, um grande abajur ao lado que não estava coberto, estava com sangue seco, uma plaqueta em frente a mesa escrita: Diretor L. Meyer, em cima um prontuário médico que tinha manchas de sangue no papel amarelado e velho, e atrás da mesa na parede, um quadro estranho e bizarro.

Quadro:
 

Sarah observa o quadro e fazendo uma cara feia:

Sarah escreveu:
Que mal gosto terrível...

Jean então ao olhar o papel com a prancheta em cima da mesa via que se tratava de um relatório médico, lia que a parte de cima do relatório estava manchado com apenas um número que não fora coberto "1996", mas era de uma mulher e Jean que também tinha um bom conhecimento em medicina a ponto de conseguir seu próprio diploma se quisesse, conseguia entender perfeitamente que se tratava de um prontuário de uma gestante. Pelo visto a paciente tinha estado em um bom estado de gestação e estava nos últimos meses do período, porém parece estar havendo uma complicação na gravidez e o médico Stanley Johnson estava levando a paciente para a sala de exames e de lá a levaria de volta ao seu leito no quarto 702. Jean também encontrava uma nota atrás do relatório, uma nota informal:

"Meyer, estou levando o molho de chaves do zelador comigo, ficarei no hospital esta noite para adiantar alguns exames. O marido informou que precisa voltar pro hotel."


MAPA:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Um conto das Colinas Silenciosas - Part II: Pela Escuridão - Jean Dasnoy   Qua Dez 06, 2017 11:35 am

Jean analiza o prontuário. Ele normalmente não iria dar bola para um prontuário, mas dadas as circunstâncias e o caos que esse lugar tráz, Jean resolve dar uma atenção maior para os detalhes. Uma gravidez com complicações, a paciente teria seguido para a sala de exames e em seguida para o leito. O médico estaria com o molho de chaves do zelador e talvez essas chaves sejam encontradas na sala do médico.

Jean: - Nada faz sentido nesse lugar, mas talvez... O que acha de procurarmos a chave do zelador? Uma charada em uma sala, gemidos e um corpo estripado em outra, agora esse prontuário. Não sei o que isso tudo significa mas encontrar as chaves pode ser bem útil. Que acha? Tudo indica que as chaves estarão na sala do médico, aqui perto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Um conto das Colinas Silenciosas - Part II: Pela Escuridão - Jean Dasnoy   Dom Dez 10, 2017 12:14 pm

     

Trilha Sonora:
 

Sarah estava distraída com a pintura quando escutava Jean e tornava sua atenção. Ela estava um pouco confusa, como se estivesse distraida.

Sarah escreveu:
Ahm? Disse alguma coisa?

Quando Jean repetia o que ele havia dito, Sarah olhava o relatório médico nas mãos do universitário e logo dizia:

Sarah escreveu:
- Mas a gente deu a volta aqui nesse setor, não tem uma sala de médico, só se nós formos...

E então Sarah engolia a seco.

Sarah escreveu:
- Bem... Aquele setor que ainda não vimos, mas... Lembra do que eu disse? Eu ouvi sons estranhos vindos de lá.

Sarah ficava preocupada com o rumo que parecia que seguiriam agora.


MAPA:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Um conto das Colinas Silenciosas - Part II: Pela Escuridão - Jean Dasnoy   Ter Dez 12, 2017 1:35 pm

Jean percebeu a ansiedade em sua amiga, mas ele sentiu algo de diferente. Uma curiosidade talvez, intuição, ele não sabia explicar, só sabia que tinha que pegar as chaves e verificar os dados da ficha do paciente que acharam anteriormente.

Jean: - Eu entendo como se sente. Eu também estou com medo mas precisamos achar uma saída daqui. Quem sabe o que poderemos encontrar por aqui. Qualquer pista sobre o que aconteceu aqui pode ser útil. Vamos para a sala com os sons estranhos que você falou para poder chegar aonde as chaves possivelmente estão. Estarei na frente com o cano, pode contar comigo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Um conto das Colinas Silenciosas - Part II: Pela Escuridão - Jean Dasnoy   Dom Dez 17, 2017 8:03 pm

     

Trilha Sonora:
 

Sarah assentiu para Jean e então logo ambos saíram da sala do diretor e davam a volta pelo andar chegando até a porta dos fundos que Sarah havia comentado. Chegando perto, um som começara a se propagar por ali, e aquele som vinha do aparelho de celular de Jean, um som de chiado... O mesmo som estranho e incomodo que ajudara o universitário a sofrer aquele acidente com a garota na estrada, porém em uma escala bem menor, o som era audível apenas para quem estivesse próximo. Curiosamente o lado de daquela ala estava silencioso, ao contrário do que Sarah disse, talvez se houvesse algo lá, tivesse ido embora... Mas aquele ruído que vinha do aparelho celular de Jean sem mais nem menos, era no minimo intrigante.

Sarah: - Mas o que deu no seu celular? É melhor desligar isso.

A porta estava logo à frente, o silencio reinava do outro lado.



MAPA:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Um conto das Colinas Silenciosas - Part II: Pela Escuridão - Jean Dasnoy   Qua Dez 20, 2017 1:48 pm

Jean pegava o seu celular. Já não era a primeira vez que seu celular fazia esse som. Ele tenta explicar que embora pareça não estar funcionando, o seu celular está tendo reações estranhas nesta cidade louca.

Mas não importa, o celular está silencioso agora e Jean entrará na sala de qualquer jeito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


MensagemAssunto: Re: Um conto das Colinas Silenciosas - Part II: Pela Escuridão - Jean Dasnoy   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Um conto das Colinas Silenciosas - Part II: Pela Escuridão - Jean Dasnoy
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3
 Tópicos similares
-
» Cheryl - Um conto dos Grimm (PART II)
» The Last Part
» [Viridian Florest]O Medo da Escuridão.
» Lúcifer Estrela da Manhã: Um conto de Demônio o preço do poder
» Big Apple (Nova York by Night) - O Conto da cidade Vampirica .

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Entre Anjos e Demônios :: Narrativas :: Cronicas no Abismo-
Ir para: