Entre Anjos e Demônios

Forum gratis : Fórum destinado ao sistema de RPG storyteller Demônio a Queda para jogos Play By Fórum. Narradores e Jogadores ativos. Sistema de Exp e evolução de Personagem. Seja um Anjo ou um Demônio em uma busca pela decisão do Juizo Final.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Um Sopro pela Vida - Nemmaniel

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Seg Out 30, 2017 9:27 am

William Hayter - Nemmaniel:
 

Trilha Sonora:
 


Nemmaniel sentia um peso poderoso contra si. Estava em volta de trevas, haviam três torres de chamas negras, em volta do Anjo Caído, elas eram tão grandes em altura que não era possível ver onde seu chão se iniciava ou seu teto terminava. Em volta haviam apenas as trevas, como se estivesse submerso em um mar escuro de emoções negativas, eram os reflexos dos cárceres de todos os Caídos daquele local.

Dessas três torres, havia cada um pares de olhos brancos, era um aspecto fantasmagórico e poderoso, tão poderoso que parecia que eles poderiam esmagar Nemmaniel com uma simples vontade. Aqueles eram Dumah, Hahaab e Kaiy'Lael, eram Principes Infernais dos Reconciliadores, não eram os líderes, mas definitivamente não haviam mais ninguém a superá-los além dos Verdadeiros Líderes: Nuriel e Ouestucati.

A forma de Nemaniel era minúscula se comparada aos gigantes do Abismo, ele estava em uma espécie de julgamento, avaliação, Nemmaniel finalmente havia se decidido que deveria estar com os Reconciliadores. Suas vozes eram fantasmagóricas, assombrosas e medonhas.

Dumah (Voz Masculina): - Nemmaniel... Diretor do Cosmos...

Hahaab (Voz Masculina): - Não estamos, surpresos que esteja aqui...

Kaiy'Lael (Voz Feminina): - Porque mesmo está aqui, Diretor? Não foi você quem mais tinha motivos para estar onde nós desejávamos tanto retornar?

Hahaab: Não era você que bradou de forma ardente e heroica para que seus subordinados ficassem e seguissem ordens?

Dumah: ... Mesmo quando você mesmo não sabia se deveria segui-las?

Kaiy'Lael: ... Você foi um Lutador, Nemmaniel?

Hahaab: Você É, um Lutador, Diretor do Cosmos?


Era como se as três mentes estivessem conectadas em um grande juíz, pois todos eles faziam as perguntas e falavam como se complementasse a fala do anterior. Havia ressentimento nas vozes dos Príncipes Infernais, como se eles quisessem que Nemmaniel respondesse de forma errônea suas perguntas para que pudessem ou negar sua entrada à Facção, ou apenas testá-lo para saber se seu senso de propósito era mesmo verdadeiro.

OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Ter Out 31, 2017 10:54 pm

Nemmaniel "Aquele momento da minha existência jamais será esquecido de mim, eu estava a deriva em meus próprios sentimentos, mergulhado em uma infindável conotação de dúvidas e vontades. 3 torres gigantes me julgavam. Eles eram Dumah, Hahaab , Kaiy'Lael. Eu podia sentir em seu timbre de voz a vontade sobrepor a minha. Eles me julgavam com severidade e isso era como uma lança atravessando a minha centelha de vida." 

Nemmaniel : - SIMMM ! Eu deveria estar lá, eu sabia o que era certo ! Eu deveria nunca ter me permitido falhar. Mas quando você vê o seu proposito ser reduzido a nada e sua função ser praticamente violada...

Nemmaniel "Naquele momento eu me lembro muito bem o que meu cerne sentiu, eu senti a dor de ser inutil e para uma criatura tão majestosa quanto eu, aquilo foi a maior dor que um Elohim poderia sentir, mas eu estava enganado, o pior dos sofrimentos estava naquele Abismo infindável pelo qual passamos...Eu juntei minhas forças e respondi ao trio"

Nemmaniel : - Eu reconheço meu erro, fui impetuoso e isso causou a extinção de um Elohim. Estou diante de voz unicamente para pedir uma chance de exercer um lugar de volta ao lado do criador...

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Sab Nov 25, 2017 12:54 am

William Hayter - Nemmaniel:
 

Trilha Sonora:
 

As três vozes começavam a rir em unissono diante das palavras de Nemmaniel.

Kaiy'Lael: Suas palavras estão cheias de dor e arrependimento!

Dumah: No final, você é um Lutador, Nemmaniel!

Hahaab: Podes provar que não são apenas palavras, e sim o verdadeiro resquício da pureza que outrora já nos pertenceu??

Dumah: Você pode!?

Kaiy'Lael: EU ACHO QUE NÃO!!!

Dumah: NÃO!!!

Hahaab: NÃO!!!


Nemanniel sentia o peso do julgamento e do ressentimento que aqueles três príncipes infernais possuíam para com aquele naquele tribunal, não pareciam querer dar o braço a torcer e pareciam estar dispostos a muito para negar a entrada do Diretor do Cosmos, porém uma voz grave distorcida se fez presente.

- EU FALO EM NOME DO ARREPENDIDO!!

Uma névoa negra se fez presente tomando uma forma assombrosa e monstruosa ao lado de Nemmaniel. Era Kairel, Eco da Pureza, um Asharu  Dagan, responsável por ter abrangido a pureza divina criada pela vida.

Kairel - Eco da Pureza:
 

Dumah: Eco da Pureza... Porque está interferência?

Hahaab: O que planejas?

Kaiy'Lael: O que tramas?


Kairel, avançava pouca coisa à frente e depois olhava para Nemmaniel e em seguida para as três torres infernais e continuava

Kairel: Se existe algum de nós, rebeldes, que ainda possuem uma verdadeira e significativa fagulha da pureza a nós, dada, daquela época... Sou testemunha, eu que a estendi pelo vale e a imensidão da realidade , este rebelde é Nemmaniel.

Nemmaniel lembrava-se que Kairel ficou em lado oposto à Nemmaniel logo no inicio da rebelião de Lúcifer, eles haviam se encontrado no momento em que os anjos de Miguel e Lúcifer se cruzaram no Éden para dar inicio à toda a Guerra da Ira. Ambos se olharam nos olhos e nunca mais tiveram qualquer contato após isso.

As três torres ficaram em silêncio por alguns segundos e os grandes pares de olhos, de cada torre, pairaram então sobre Nemmaniel

Kaiy'Lael: Ele diz a verdade, Diretor do Cosmos?

Hahaab: És um exemplo dentre nós que possui um resquício de pureza?

Dumah: Sabes Nemmaniel, porque Eco da Pureza testemunha isso com tanta certeza?


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Dom Nov 26, 2017 9:46 pm

"Ser uma milenar de criação imponente e dotada do dever importantissímo de guiar os anjos do cosmo a cumprir o seu papel e se ver reduzida a nada no abismo não era a pior das humilhações. Ser tudo isso que eu descrevi antes e ainda não perceber o quanto eu estava errado é que era humilhante demais. Recuperar a confiança de alguém é como remendar um espelho quebrado, você nunca conseguirá juntar as peças e fazer com que o espelho volte ou sirva para o mesmo proposito do que antes, ninguém nunca olhará você com os mesmos olhos e eu sentia naquele momento o significado do que eu disse antes. Dumah, Hahaab e Kaiy'Lael queriam que eu provasse que eu merecia a redenção por meus atos. Palavras não significavam nada se atitudes não fossem comedidas."

A essência celestial então se ergueu, apesar da dualidade entre as versão entre alto e baixo tormento se gladiarem no interior de Nemmaniel. O Elohim ouviu o que cada um tinha a dizer e desabafar, não buscou defender-se apenas responder com sinceridade o questionamento daqueles presentes. Ele queria remediar o próprio erro replantando as sementes do arrependimento para gerar uma nova árvore de honra. Mas antes que pudesse se expressar, o seu clamor surgiu pelo nome de Kairel - O Eco da Pureza. Quanto tempo tinha desde a ultima vez que ele esteve na presença de Kairel ? Ambos pertenceram a fileiras contrárias no passado, adversários por uma causa mas nunca inimigos. 

Kairel se propos a estar como um estandarte ao lado de Nemmaniel, que surpreso continuou o interrogatorio respondendo as perguntas que lhe foram feitas. 

Nemmaniel : - Não posso provar...

A frase de Nemmaniel soou mais como um desabafo do que uma afirmação.

Nemmaniel : - Não sou a pessoa mais indicada para definir o conceito de pureza, Kairel sem dúvidas é mais hábil a expressar essa definição. Também não posso confirmar com exatidão o motivo do testemunho de Kairel a meu respeito, mas posso afirmar que a minha queda foi tomada a partir de uma decisão impensável e não comedida, meu castigo no Abismo foi mais do que merecido. Não posso voltar como o Celebre Diretor do Cosmos de outrora mas quero uma chance para mostrar que posso ajudar no que for possivel. 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Ter Dez 05, 2017 9:32 pm

William Hayter - Nemmaniel:
 

Trilha Sonora:
 

Após a resposta de Nemmaniel as três torres se permaneceram em silêncio por algum tempo. Kairel olhava para Nemmaniel de relance, a face horrenda do caído dificultava o antigo Diretor do Cosmos de entender o que poderia estar se passando em sua mente agora. Por fim, os três se entreolharam, aquelas chamas fantasmagóricas que eram seus pares de olhos expressavam a dúvida, até que por fim falavam.

Kaiy'Lael: Pois bem...

Hahaab: Uma chance lhe é concebida.

Dumah: Honra tua humildade e luta contra ti, Nemmaniel.

Hahaab: O testemunho de Eco da Pureza é levado em consideração.

Kaiy'Lael: Desfruta dentre nossas fileiras, Nemmaniel.

Dumah: Tendes nossa benção.

Então, um mar de fogo negro lentamente encobriu toda o cenário queimando tudo em uma enorme escuridão.


Nova trilha sonora:
 

William Hayter despertava naquela manhã com o alarme buzinando em sua orelha marcando o inicio do amanhecer com as lembranças daquele sonho, uma lembrança de um momento que só agora ele se recordara, uma lembrança que a mente de William Hayter havia permitido ao antigo Diretor do Cosmos reinvidicar.

Hayter estava acostumado a acordar bem cedo com a luz em seu rosto trespassada por uma fina fresta da janela para os exercícios matinais, exercitar e manter sua disciplina e forma física. Era um final de semana, um sábado, Hayter teve uma rotina de trabalho normal aquela semana, a dias Nemmaniel não tinha notícias de outros caídos, tudo estava na mais tranquila normalidade, o que poderia ser muito estranho, ou muito bom.
OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Sex Dez 08, 2017 6:58 pm

Meu despertar naquela manhã foi incrivelmente profundo, eu sentia como se todo o ar do meu peito estivesse fadado a não alimentar mais as minhas vias circulatórias, senti dor, mas não apenas uma dor física. Eu senti a angustia de ser julgado pelos meus atos no passado e essa nova memória me fez lembrar o verdadeiro motivo pelo qual eu obtive essa segunda chance. A redenção...


Naquela manhã tudo parecia excepcionalmente tranquilo, o sol criação do primeiro anjo caído estava lá, trazendo a beleza imensurável do seu reflexo. O ar que eu respiro aqui em São Francisco é certamente um dos melhores que as lembranças de William Hayter poderia me proporcionar, eu respirei fundo outra vez apenas para sentir aquele aroma praiano da California. A casa de William ou melhor dizendo a nossa casa não era realmente nossa, eu aluguei este lugar por eu sentia que o Major conviveu grande parte de sua vida neste estado e uma forma de eu mesmo me sentir melhor, a casa não é muito grande, 2 quartos apenas, não preciso de luxo, por que eu precisaria. O quarto seguinte eu acabei fazendo um stand de treino com alguns aparelhos de halterofilismo, mas nada muito luxuoso ou complexo apenas algumas barras, pinos e outras engrenagens para manter o corpo físico em forma. 
Eu aproveitei a manhã para tomar um bom banho e relaxar, refletir as palavras proferidas por Kaiy'Lael , Hahaab, Dumah. Eles estavam certos em questionar a vontade dos rebeldes que foram confinados no abismo. Tantas facções, tantos ideais, o que me fiz lembrar dos rapinantes. Se alguns buscam a redenção, outros buscam destruir tudo o que o criador um dia criou, outro motivo pelo qual eu estou aqui. 
O restante da manhã eu usei para tomar um pouco de ar livre, eu saí para correr na praia de São Francisco, não havia nada de mais gratificante do que poder aproveitar o sol, o som do mar e poder interagir com o ambiente, eu percorri 8 kilometros e meia hora, acho que esse é um bom sinal de que minha condição física está favorável. Eu parei em uma lanchonete próximo a praia que eu costumo almoçar ou lanchar, não tenho muito o costume de almoçar em casa. Desde de que voltei meu objetivo foi se preparar fícamente e psicológicamente para servir o meu novo propósito. O sonho que tive hoje me levou a crer que está dando certo. Depois de tomar um banho rápido no chuveiro da praia eu fui almoçar na lanchonete, em minha mente eu ainda martelava os flashes da memória que tive ao sonhar, não queria perde-los em voz baixa, enquanto esperava ser atendido, eu repetia aquele nome para não esquecer novamente. 

William Hayter: - Kairel O Eco da Pureza...

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Dom Dez 10, 2017 1:07 pm

William Hayter - Nemmaniel:
 

Trilha sonora:
 
William havia recebido seu pedido cerca de 10 minutos depois que fora pedido. O Quiosque da praia estava bem movimentado, haviam amigos e familias ao redor se divertindo e curtindo a praia. Nemmaniel sentia o vento forte que vinha do mar batendo contra as palmeiras californianas e contra seu rosto, era um vento gostoso e um calor vivente.

Hayter já estava no meio de sua refeição quando resolvera tentar chamar o nome daquele que se lembrara esta manhã

William Hayter escreveu:
Kairel O Eco da Pureza...

Hayter ficou a observar o ambiente por alguns segundos mas nada acontecia, nenhuma resposta... Kairel poderia teria ouvido o chamado? Se sim, teria ignorado? Não havia como Hayter saber por agora, mas o silencio reinava na mente de Nemmaniel enquanto na de Hayter haviam as preocupações e pensamentos habituais.

Nova trilha Sonora:
 

Subitamente, Hayter então via algo... Um carro preto estacionava insufilmado na rua oposta, a via contrária, ao banco na avenida da praia. Dele saíam três pessoas, dois homens altos do lado direito do carro e uma mulher atraente do outro lado. Os três iam para o porta-malas do carro, usavam óculos escuros e vestes pretas apesar do clima desfavorável para aquilo. Eles pegavam algumas malas de viagem no porta malas do carro e o fechavam, logo em seguida se dirigiam à entrada do banco e puxavam bandanas até cobrir o nariz antes de entrarem. O carro ainda se mantinha ligado, o motorista não tinha saído.

Vídeo Referência:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Sex Dez 15, 2017 12:31 am

Eu realmente gosto da comida daqui, não sei se isso é um lance do Major ou se eu realmente estou me acostumando ao fato de ser uma criatura hibrida. Eu sempre peço um tipo diferente de sanduíche. Desta vez um X-frango foi a minha opção de almoço. Um almoço extremamente "saudavel" para alguém que cultuava a saúde como o Major quarentão. Eu mastigava aquele suculento pão e tomava um suco um pouco mais natural de laranja. E mais uma vez martelei o nome de Eco da Pureza para que eu não pudesse me esquecer daquele nome, creio que ele ainda pode ser a chave para muita coisa. 


Foi então que algo me chamou a atenção...



"Um carro negro, homens de preto... Cena de filme ?"

Eu me ergui e deixei o dinheiro da conta. Realizei um alongamento nos meus musculos estendendo os braços para o céu, esticando os dedos e girando o pescoço, comecei a caminhar e depois atrotar em movimentos leves como se fosse começar a correr. Parte da minha autoridade divina se ascendeu naquele momento. Meu objetivo não era mostrar minha verdadeira face perante aquele local então eu segurei parte da minha forma verdadeira sob o véu do hospedeiro William Hayter. (Teste de fé para Semblante Aspecto Imperioso e Fascinação Divina) 


Eu continuei a trotar enrolando até o momento em que os homens entraram no banco. Mantive a discrição enquanto me aproximava do carro aos poucos, assim que tive a oportunidade eu precisava falar com o motorista daquela viatura. Eu bati no vidro do carro para chamar a atenção e curvei e disse. 
Major Hayter : - Olá ! Você pode me dizer o que vocês planejam fazer nesse banco ? 


(Voz Celestial 8 Dados Incluindo Semblante e Lider Nato)

A intenção era que minha voz fosse ressoar de forma clara e audivel mesmo com a janela do carro fechada se ele não abrisse. Eu precisava arrancar o motivo desse "bando" do século XXI estar máscarados em um banco e esse motorista iria dizer.

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Dom Dez 17, 2017 8:35 pm

A conta fora paga, o garçom do quiosque pegava o dinheiro tão logo Nemmaniel deixava em cima do balcão e logo começava a tirar as coisas enquanto o demônio se aproximava do local. Nemmaniel batia no vidro chamando a atenção e o vidro não abrira, porém quando Nemmaniel falou, poucos segundos depois o vidro é aberto apenas o suficiente para mostrar a face de cima do motorista que respondia:

- Olá meu bom! Claro, nós vamos assaltá-lo!

Logo depois o vidro é abaixado por completo e Nemmaniel via agora que uma arma abaixada e escondida era apontada pra ele.

Motorista:
 

- Cara, só me faz um favor, não tenta dar uma de herói, ninguém precisa se machucar... Serião...

Logo em seguida, Nemmaniel podia escutar do lado de dentro do banco tiros de escopeta e logo em seguida, gritos. Do lado de dentro do banco, uma agitação começava a rolar.

Teste:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Dom Dez 17, 2017 10:01 pm

Aquela esposta sem dúvida era justamente o que o Major Hayter esperava ouvir, eu posso jurar que ainda acreditava na boa intenção daquele filho de Seth eu tenho muito o que aprender... Meus punhos se fecharam com a mesma intencidade com a qual o meu sangue mortal subia na minha cabeça. Isso só podia ser o sentimento de ódio que contamina a mente humana e alimenta o lado atormentado destes seres, tudo ainda era muito difícil de se acostumar e juntando todo a indignação por ter a minha ingenuidade traída eu bradei, mas não foi um brado qualquer. Minha voz ecoou como  criatura torpe que eu era no abismo. (Semblante de alto tormento Voz dos Condenados Ativado +1 de Tormento Temporário)


Nemmaniel : - Como ousa infligir a ordem dos seus irmãos desta maneira e me ameaçar !! DEIXE ESTE LUGAR AGORAAAA !!!  

Meu brado saiu como uma torrente de ódio unida a minha voz imperiosa e a fascinação divina certamente resplandesceu como algo totalmente sobrenatural, meu ódio queria me dominar, eu podia sentir a vontade de trazer minhas garras e escamas a tona mas me controlei, me controlei enquanto esperava a reação do motorista em fugir e deixar seus companheiros lá ou ver se ele faria oura coisa. 

Eu então segui e direção ao banco. Meu coração estava em brasas e a unica coisa que me seguava no controle era minha própria consciencia de que eu não podia voltar a me descontrolar. Eu precisava resolver aquilo da melhor forma possivel, então caminhei em direção ao banco de punhos fechados caso um disparo ocorra sobre mim serei obrigado a erguer a minha escama mas eu não desejo que eles tenham de presenciar minha forma original. Meu plano era observar e ver como os três se portariam ao ver que o veiculo de fuga deles fugiu mas para isso preciso ter certeza que o motorista de fuga acatou a minha ordem. Por isso me localizei em um ponto entre a porta do banco e o veiculo em um lugar não muito distante. 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Seg Fev 19, 2018 9:07 am

Após a imperiosa voz de Nemmaniel se propagar pelos ouvidos daquele humano, um filho daqueles quem jurou proteger e amar no momento de sua própria criação, o mesmo arregalou os olhos e soltou um grito ao mesmo tempo que o ultimo grito de Nemmaniel. O som do pneu cantando atraiu a atenção das pessoas ao redor, mais do que os tiros abafados pelo ambiente interno do banco e em seguida o mortal simplesmente partia em máxima velocidade com um potente grito de assombro fazendo uma manobra arriscada cruzando uma curva que por pouco não causara um acidente.

Agora Nemmaniel via das janelas do banco interno que os assaltantes reparavam na fuga do carro, e logo eles se distanciavam da janela, mais gritos eram ouvidos, sons de tiros e então por algum tempo Nemmaniel não podia mais vê-los, ou ouvir os gritos. Neste mesmo instante pessoas começavam a sair aos montes da porta frontal do banco, todas apavoradas que corriam com o medo implantado na face para salvarem suas vidas, mas até agora nada dos assaltantes.

_________________



~ O Herói que entra em Valhalla não lamenta sua Morte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Ter Fev 20, 2018 10:08 pm

Ainda tentando manter o controle sobre as minhas emoções eu respirei, a minha memoria ou a memória do Major Hayter me faziam lembrar que isso podia deixa-lo mais calmo, eu me encostei no canto enquanto observava, sim. Aqueles homens estavam presos ali, sem o motorista de fuga eles precisariam pensar em um plano B. Foi quando eu mesmo me surpreendi, eu pensei que eles fossem querer refens mas pelo visto eles haviam soltado a todos, ou quase todos. Por mais que uma parte de mim estivesse pensando que o dever estava cumprido, que os homens da lei iriam continuar e cuidar dos infratores que não tinham como obter um meio de fuga. Algo me dizia que nem tudo seria tão fácil, assim como eu eles são seres que pensam. Até as criaturas mais malignas possuem um raciocinio voraz. 

Meus olhos se focaram na multidão. (Teste de fé para Sentidos Aguçados)  l Quando eles entraram eu ainda tive a sorte de ver a face de alguns deles por alguns segundos, a mulher certamente ficou mais fixa em minha mente, labios carnudos, pele morena natural e cabelos cor de caramelo. Meus olhos buscavam a moça entre as pessoas que fugiam, será mesmo que eles teriam coragem de se mesclarem entre os reféns ?? Eu pensei em olhar os homens mas eles tinham traços muitos comuns, dificeis de se encontrar, meus olhos estavam afiados devido a minha visão privilegiada, caso eu a encontrasse eu a seguiria me envolvendo entre os refens, caso não encontrasse, eu abordaria um dos refens para saber por que eles estavam sendo liberados e se alguém ainda estava lá. Acho que a policia vai precisar de um pouco mais de ajuda ainda.

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Qua Fev 21, 2018 9:18 am

Nemmaniel aguçava os sentidos de William Hayter com exímia facilidade pouco depois de os reféns começarem a sair pela porta da frente. A multidão era caótica e todos eles passavam pelo Elohim enquanto o mesmo tentava notar se eles haviam se misturado aos reféns como uma manobra de tentar escapar no meio da confusão. Ele focava na mulher, ela era bonita e seus traços eram muito marcantes, seria difícil não notar ela, mas claro que por sob um disfarce poderia muito bem sair impune. Se pegasse a mulher, os outros dois surgiriam, ou a deixariam para traz. Honra entre Ladrões.

Os reféns iam passando e Nemmaniel não conseguia enxergar, mesmo com seus sentidos aguçados, os traços da criminosa, até que todos os reféns já tinha saído e estavam espalhados pelas ruas, como formigas fugindo de uma criança malvada, cada um indo pra um lado diferente.

Diretor do Cosmos então olhava para dentro do banco com as portas abertas, nenhum sinal dos criminosos que até então pareciam ter desaparecido como ninjas. É então que o Namaru começava a escutar o som das sirenes, muitas sirenes vindas tanto do leste quanto do oeste, estavam se aproximando rapidamente e daqui a pouco estariam lá.

OFF:
 

_________________



~ O Herói que entra em Valhalla não lamenta sua Morte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Qua Fev 28, 2018 6:03 am

Eu não os encontrei, o número de pessoas era grande e todos estavam abaratinados correndo para salvar as suas vidas. Nenhum deles sequer se parecia com a mulher que ficou com o rosto fixo na minha mente. Não me esqueceria dela facilmente, eu trotei alguns passos em direção ao aglomerado e me juntei ao grupo a unica coisa que eu poderia fazer era tentar puxar algum dos reféns e perguntar "O que aconteceu lá dentro ?" Tentei fazer isso com um ou outro mas se nenhum deles me respondesse eu iria seguir o fluxo e sair dali como um dos reféns ou transeuntes dalí. Talvez eu tenha conseguido salvar muitas vidas e evitar um conflito direto entre policia e um trio de ladrões que se acha o máximo. Estou tentando me convencer de que se a policia chegasse naquele momento o risco de um conflito seria muito maior e perigo de mortos seria evidente. Eu ainda tenho o rosto do motorista e da minha em minha mente, estava na hora de ajudar a policia com um retrato falado e dar um pouco mais de trabalho a essa trupe de ladrões de banco. Me juntei ao grupo de reféns a espera da policia, desativo todos os meus semblantes, melhor não chamar a atenção de outros Elohim caso curiosamente exista outra nas redondezas, nunca se sabe, faz algum tempo que não vejo nenhum desde de o pedido da marinha para eu ir até o Novo México, mesmo assim é melhor eu manter a discrição e esperar a policia chegar para relatar os rostos do motorista e da garota.

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Qui Mar 01, 2018 9:30 am

William Hayter - Nemmaniel:
 

Trilha sonora:
 

O medo era o principal tema daquela situação. Quando William parava um dos transeuntes a fim de perguntar o que havia acontecido, o sujeito parado, um homem negro de meia idade careca, com uma camisa azul clara, calça jeans e sapatênis marrom respondia assustado apontando para o banco.

- Os assaltantes foram para os fundos! Eles levaram uma moça de refém!!!

Isso explicava o porque de repente todos os reféns haviam saído juntos, os criminosos já não estavam na presença de todos os reféns, mas levaram alguém com eles para garantir sua fuga, uma atitude, no mínimo covarde, mas o que esperar de gente como essa?

Logo William deixava o homem partir e se misturava junto dos outros e dos transeuntes. À medida desse acontecimento, a sirene era bem possível ser ouvida vindo do fundo da orla da praia, haviam não só de um lado da avenida mas também do outro, cortando o vento entre as palmeiras e quando William estava no meio dos transeuntes e alguns reféns, pois nem todos tinha fugido para suas casas assustados, as viaturas chegavam, eram 7 viaturas e cada uma saía uma dupla de policiais armados, um dos policiais, o mais alto com aspecto forte pele branca e cerca de 35 a 40 anos, vendo que a porta do banco estava bem aberta e aparentemente vazia do lado de dentro, chamava seu parceiro de viatura e mais outros dois.

- Troy, vem comigo, vocês dois do outro lado, tomem cuidado, vamos averiguar.

Logo, os dois policiais seguiam junto, William podia ver que uma dupla ficaria na cobertura do lado esquerdo da porta e a outra do lado direito, era fácil entender que a ideia era aos poucos adentrar no panco. William ainda teria tempo de interromper a ação, mas para isso precisaria chamar a atenção daqueles policiais à distância pois dificilmente os outros policiais deixariam um civil se aproximar.


_________________



~ O Herói que entra em Valhalla não lamenta sua Morte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Sex Mar 02, 2018 10:45 am

Major Hayter: - "vamos averiguar" ?

Pensei em voz alta ainda perplexo com o que havia ouvido, eram policiais do distrito da california em São Francisco, onde estava a SWAT ou a unidades de vítimas de sequestro e negociadores. Talvez as memórias do Major instintivamente me lembrassem de que nem tudo era exatamente como deveria ser, aqueles policiais queriam mostrar para o que vieram e pareciam querer fazer um trabalho que estava além do alcance deles, outra hipotese é que eles tinham o treinamento necessario para lidar com uma questão de sequestro e roubo de banco. Eu estava pensando demais e eles agindo demais. No fim das contas eles eram a autoridade no assunto e eu apenas um ex fuzileiro na reserva.

Eu aproveitei a ação deles para seguir o meu próprio raciocínio, se os policiais estavam avançando pela frente eu precisava dar a volta no banco e ver como os ladrões iriam sair pelo outro lado, caminhei em passos rápidos dando a volta no quarteirão até um lugar onde a vísibilidade da polícia não fosse mais eficaz. Foi então que eu comecei a correr, nada como praticar um pouco mais os exercícios físicos naquela manhã. Eu corri o máximo que pude dando a volta no quarteirão, talvez eu perdesse o rastro dos ladrões mas se eles me dessem 10 minutos eu tenho quase certeza que consigo percorrer alguns km com meu condicionamento físico, eu precisava ao menos ver o plano dos ladrões para ter uma base do que iriam fazer, talvez eles fossem pegar o motorista do outro lado SE aquele garoto loiro no volante tivesse de alguma forma arrumado coragem de voltar, eles também podem estar tentando arrombar um carro, tomara que a policia tenha feito emboscada em todas as saídas do banco, inclusive a traseira.

Assim que tive a chance de cruzar o quarteirão e ter a vista da traseira do banco eu diminuí o ritmo para ver se havia entradas ou não. Caso não houvesem entradas eu poderia discretamente visualizar uma forma de entrar pelas janelas, naquele momento tudo o que podia fazer era avaliar os fundos do banco, nenhuma atitude precipitada poderia ocorrer ou poderia me expor aos policiais e eu não quero ser confundido com um desses ladrões.

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   Qui Mar 08, 2018 5:24 pm

William Hayter - Nemmaniel:
 

Trilha sonora:
 

William acreditava que aquilo definitivamente poderia não dar certo, não sabia qual era a daquela cidade mas certamente poucos eles poderiam fazer por ela naquela situação. Acreditando que fosse a melhor chance que aquela refém poderia ter, William logo se afastava da multidão, os policiais ainda estavam averiguando quando Nemanniel o fez e por fim, o Major se afastava desvencilhando-se dos curiosos e chegando a dobrar a esquina, o Major começava a trotar rapidamente em toda a velocidade. Ele cruzava as ruas de San Francisco dando a volta no quarteirão, as pessoas facilmente notavam o Major e viravam seu pescoço para ver o que aquele doido tava corrento tanto na rua. O Sol estava bem quente e rapidamente o Major sentia seu corpo suar, sua pele começava a ficar avermelhada, vez ou outra o Major quase trombou com transeuntes que irritavam gritavam xingamentos como "SEU LOUCO!", OU "VAI SE FODER, CARALHO OLHA PRA ONDE ANDA!!!", mas era inevitável, William não podia parar pra ser desculpar ou para tirar satisfações com quem o agredia verbalmente sem saber que ele estava correndo feito louco para poder tentar salvar uma vida.

O Major finalmente chegava, havia precisado passar por alguns becos, duas vezes se deparou com becos sem saída e que era impossível passar por eles, dava a volta e logo achava o caminho que poderia ser o certo. Hayter via que... Aquele banco não possuía saídas no fundo, mas de fato havia janelas, porém Hayter via que aquelas janelas eram duras e estavam bem trancadas por dentro, não havia nada atrás delas, o banco do lado interno estava vazio, pelo menos daqueles lados. Analisando toda a parte traseira do banco, Hayter só podia concluir que não havia saídas nos fundos e o único jeito de entrar era por aquelas janelas, então pelos fundos, aqueles ladrões não teriam escapado.

OFF:
 

_________________



~ O Herói que entra em Valhalla não lamenta sua Morte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


MensagemAssunto: Re: Um Sopro pela Vida - Nemmaniel   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Um Sopro pela Vida - Nemmaniel
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» A vida de um meio sangue.
» Vida de Programador!
» Serenata para a Eternidade - A Batalha Pela Não-Vida. (Crônica Oficial)
» New Jersey By Night - A Espada de Caim
» Vida Loka de Kayo Lend Parte 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Entre Anjos e Demônios :: Narrativas :: Contos Aleatórios (Side Quests)-
Ir para: