Entre Anjos e Demônios

Forum gratis : Fórum destinado ao sistema de RPG storyteller Demônio a Queda para jogos Play By Fórum. Narradores e Jogadores ativos. Sistema de Exp e evolução de Personagem. Seja um Anjo ou um Demônio em uma busca pela decisão do Juizo Final.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Sab Jan 27, 2018 12:50 am

Jean e Otavio conseguem sair do hospital e Otavio conduz sua moto até o dojo. Lá estava angelo, espancando um saco de pancadas com toda sua força. Jean fica feliz ao ver Angelo e sente saudades de descer o cacete no saco de pancada. Angelo ao vê-los interrompe os exercícios e vai cumprimentar seu mestre e seu amigo. Jean por sua vez abraça seu amigo.

Otavio então acena para que sentassem e explica a situação em que se encontram e o nível que alcançaram. Jean tenta absorver aquilo mas não demora a aceitar, visto que já presenciou muita coisa.

Jean: Como é isso Otavio? Edge? Você diz que nós alcançamos isso? Como a gente sabe? Como que acontece? Aquele negócio que vc fez comigo é esse Edge? O que você faz Angelo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Sab Fev 03, 2018 3:37 am

Lakariel (Aleister "Al" Blackthorn)
Fé 3/3
FDV 4/4
Tormento 3/3 
Vitalidade Ok




Bernegath LightHouse - 00:45

Aleister caminhou pelo salão enquanto seus passos e os de Sara ecoavam pelo grande espaço vazio. O silêncio que fizeram serviu apenas para propagar ainda mais aquele som enquanto, Aliester admirava de forma discreta a virtuosa sala que de tão clara e organizada lhe trazia uma sensação de paz. Havia quadros de outras enseadas ao longo do globo. Mar mediterraneo, Golfo entre outros. Todos trazendo uma beleza ímpar em seus quadros que deveria levar minutos ou horas paa serem contemplados em sua plenitude. 

O jovem seguiu reto e subiu no elevador juntamente com a beldade que estava ao seu lado. Ela parou de falar havia algum tempo, mas ela sepre sorria com um ar de gentileza quando Aliester se dirigia o olhar a ela. 

Assim que a porta do elevador se abriu o jovem Elohim foi teleportado para uma outra realidade mais uma vez. Seu semblante completamente aberto, me demonstrava a verdadeira força que ee possuía como Elohim. Sua aura, sua voz, sua intuição estavam afloradas a níveis além da existência conhecida por Alister. era como transcender aquele corpo pobre de habilidades e voltar a ser quem Lakariel realmente era. 

Outra vez ele estava diante de uma sala em forma de octagono, logo atrás de Lakariel apareceu a incandescente Lirus, com sua aureola dourada que brilhava mais do que tudo naquele lugar, um par de belas asas que mesclavam o negro com o branco bilhante e extremamente alvo. A água que fluía dos poços como grandes cachoeiras começaram a tremer e estrondar, uma figura de aço negro gigantesca apareceu em uma das várias janelas que compunham a cupula octagonal que tinha agua que jorrava de todos os lados. O som da agua caindo era sempre continuo e do lado de fora da cupula apenas o rosto daquele que Lakariel conhecia como Agniel se pôs a participar da reunião, seus olhos eram como discos de bronze polido e em sua face, veias de puro magma contemplavam as suas expressões. 

Vindo de uma das cachoeiras uma lotes azul fluorescente se ascendeu e desabrochou. 


Dele o ultimo integrante da reunião se gerou com seu aspecto dourado de puro brilho fugaz. Seus cabelos dourados e os traços esculpidos à perfeição são o ideal romântico de que falam a poesia e a prosa dos mortais. 


A lotus se desfez para dar vez ao novo Elohim, que com a voz mais doce se pos a ser o primeiro a falar. 

Malliel : - Eis que estamos juntos aqui, devido a profecia de Ahrimal que de forma infalivel previu a rebeldia da Estrela da Manhã perante a nossa Mãe. Somos os detentores de Il-Ilum e antes que tomassemos qualquer decisão eu queria reuni-los aqui. O Anjo rebelde não tardará em requisitar uma posição da nossa parte. Miguel também parece obtuso em sua decisão. Estamos diante da cruz e a espada e grande parte da beleza da vida advem deste lugar pois somos nós que damos parte do alimento necessario para fauna e flora do Eden. Il-Ilum será procurado e o que devemos fazer ? 

Lakariel se confundia com tamanha realidade daquele momento. Por um segundo ele praticamente esqueceu que estava preso ao corpo de Aliester e praticamente esqueceu daquela realidade. A voz de Malliel era incrivelmente familiar, como a de um amigo próximo como a voz de de Tim, David e Nate. 

A voz robusta de Agniel movimentou toda a agua do local em vários tremores, cada palavra era uma movimentação de tremor que chegava a estremecer o cenário em questão. 

Agniel : - A Estrela da Manhã, o Portador da Luz foi muito incisivo na sua decisão. Sinto orgulho de sua determinação, mas a decisão dele pertence apenas a ele. A minha decisão vós já sabem qual é. Não mudarei minha opnião e certamente não deixarei que Lucifer atravesse os portões de Il-Ilum sem uma ordem direta da suprema Hoste. 

Lirus : - A sua decisão será mais que bem vinda Malliel, estou com você independente da sua escolha. Posso sentir a angustia de Agniel por causa da tremenda impetuosidade da Primeira Estrela da Manhã, mas é tú que sabe o real proposito de Il-Ilum e o nosso real proposito. Eu ficarei aqui. 

Lakariel se lembrava brevemente do motivo da reunião. Tinha algo haver com o destino do bastião Il-Ilum ao qual estavam e a decisão final que teriam nesse tempestuoso conflito entre Lucifer e Miguel. 


Citação :
Lakariel teste de Inteligencia + Legado Diff 6. = 2 Sucessos



_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Sab Fev 03, 2018 4:03 am

Dustiel (Alex Riverstorm)
Fé 3/3
FDV 5/8 
Tormento 5/4 
Vitalidade: Ferido Gravemente -2 (4 Agravado)




Sede do FBI em New Jersey  - ??

Alex tinha pouquissímo tempo para encontrar uma saída pelos dutos. Ele tirou uma parte da camisa para abafar o cheiro mas em cerca de segundos tudo se tornou uma grande massa cinzenta. ele se arrastou e se arrastou pelos dutos mas não demorou muito ele estava perdido naquele amontoado de cinza. Seu corpo mortal não aguentou a falta de respiração e se rendeu a fumaça caindo desacordado, ele lembrou de Ravennael mas ela não poderia salva-lo agora...



Alex Riverstorm acordava com um banho gelado de agua fria. Estava completamente amarrado, braços, pernas e tronco em uma cadeira de metal. Perto de sua face estaca um conjunto de 8 luzes brancas perto de seu rosto e que ofuscavam muito a sua visão. 

Albert Dokks : - Ora, ora, ora. Vejam só quem acordou... Nossa brincadeira de gato e rato tomou um novo rumo não é mesmo Dustiel ? 


Finalmente Dustiel estava diante de Radrakamus. A poderosa criatura que destruiu parte da integridade de Dustiel como um todo. O poder do Elohim parecia incrivelmente maior do que da ultima vez que eles se encontraram. Radrakamus exalava uma aura de pavor impressionante e avassaladora. O calor da sala aumentou consideravelmente na presença de Radrakamus, o local dava uma sensação térmica de mais de 50 graus. Dustiel suava aos montes, ferido com as duas pernas mutiladas com rasgos que impossibilitaria uma pessoa normal de andar. Ao seu lado estava Agniel, parte do semblante do grande ser de aço negro estava exposta. Ele resistia bravamente a toda aquela tortura mas. Dias de tortura sob tutela de Radrakamus era um verdadeiro inferno. Agniel poderia não resistir muito. 

Albert Dokks : - Tenho de admitir que Agniel é exremamente resistente aos meus métodos, imuni ao fogo e possuí uma força de vontade admirável. Mas eu não posso falar isso de você Dustiel. Você não é imuni a fogo e neste exato momento, a oficial Kristen está está sendo procurada pelos meus asseclas. Então por que não me poupa do heroísmo e fazemos um acordo ? 

Citação :
Dustiel tese de Perceção Diff 9. = 0 Sucessos
Dustiel teste de Vigor Diff 8. = 0 Sucesso


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Sab Fev 03, 2018 8:54 am

Jean Dasnoy
FDV 5/6  
Vitalidade - 1 Machucado (1 Contusivo 1 letal - 1 dia p/ recuperar)  (Sem penalidade de dados pelo resto do dia)


Dojo do Mestre Br Food Truck  -  15:00

A empolgação Jean estava realmente externada, seus olhos estavam correndo entre o mestre otávio e Angelo. Ele tinha muitas perguntas para várias de suas dúvidas. Angelo sorriu pois era exatamente aquele Jean que ele conhecia. 

Mestre Otávio : - Tenha calma Jean ! Uma pergunta de cada vez, posso entender que tudo pode ser novo, você cruzou uma linha que poucos o fizeram. Como eu disse você alcançou um nível em seu auto conhecimento que vai além do que até eu mesmo posso aprender. Eu que eu fiz alí atrás pode se considerar uma maneira diferente que o cosmos encontrou na base do conhecimento do meu KI interior. Você e Angelo estão destinados a uma causa maior. 

Angelo então se ergueu e limpou o pó que tinha em suas calças com as mãos, alongou seus pulsos e pernas em movimentos repetitivos de inclinação. Alongou seu pescoço, ele tinha o cabelo curto e um estereotipo de lutador naquele momento. Fechou os olhos enquanto dizia. 

Angelo : - Okay Jean preste atenção em mim como um todo, isso é um pouco dificil de fazer. É importante que saiba que uma vez que você abriu os olhos da sua "consciencia" que você treine. Nós chamamos isso de Segunda Visão (Second Sight) nada será como antes, pode ser perturbador no inicio mas entenda que estamos em um mundo bem mais escuro do que poderiamos conhecer. Há demonios, forças tanto para o bem quanto para o mal e essa dualidade pode ser sentida até mesmo no seu próprio corpo. Como o mestre disse. Quem vai controlar o bem e mal no seu corpo é você mesmo ! 

Angelo então realizou um catar típico de Tae Kwon Dô onde suas pernas se tornariam o principal objeto  do catar, ao final suas pernas se localizaram bem abertas e apoiadas para que ele pudesse canalizar uma força que Jean sentiu imediatamente. Todo o ambiente começou a diminuir drásticamente de temperatura e ele podia ter certeza que sentiu isso acontecer na casa do casal Strong naquela noite estranha. As luzes do dojo começaram a piscar e uma neblima alta começou a subir dificultando a visão no local. Aos poucos porem a neblina foi se dissipando uma vez que Angelo relaxou, gotas de suor gelado e sangue escorreram por entre seu corpo e pelos seus olhos. O esforço foi realmente muito grande e isso chamou a atenção de Dasnoy. Jean sentiu claramente o poder ser exercido por Angelo. Uma espécie de conexão entre a sua vontade interior e a nova habilidade de enchergar o mundo a sua volta. Angelo ainda um pouco cansado enchugou o rosto e se sentou outra vez. 

Angelo : - Esse foi o Edge (Limite) que eu usei para te livrar naquela noite. Muitas criaturas não conseguem ver nessa neblima, há muito que eu precise aprender e você também Jean. 


Citação :
Jean Teste de Percepção + Consciencia Diff 4. = 3 Sucessos

 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
Mitzrael
Admin
Admin
Data de inscrição : 15/02/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Sab Fev 03, 2018 6:33 pm

Dunstiel por mas que tenta se seu corpo ainda era de humano , sendo assim fragil e debilitado , mesmo fazendo  uma mascara de gas inificiente , acabou por perder seus sentindos .
O vazio tomou conta de seu ser privando ele de qualquer son perdendo assim seus sentindos .

Quando volto a si viu que se encontrava novamente preso , dessa vez seus braçoes e pernas , e nao estava so naquela caudeira .

Dunstiel olhava tudo em sua volta e via Agniel e Dokks um pequeno sorroso brotava da boca de Dunstiel .

Voce quer um acordo ? Hadrakamus vc me treino melhor que isso , não me subistime , agora vc tem de adimitir  , vc perdeu a rasao muito rapido , aparecendo assim tao cedo ? sera que ja estamos no fim da 1 temporada da serie ? ou eu tou ficando bom nesse negocio de detetive ai entao tenho de agradecer ao delegado .

Agora quem diria em uma noite encontrei hadrakamus e Agniel  se eu fuma se pediria um ultimo cigarro , sabe Hadra se estivemos so eu e vc aqui faria vc lembrar com quem vc ta brincando , assim como lembrei pro seu caosinho espero que ele n tenha ficado em meu lugar foi me sentir inferiorisado .


Mas vamos curta nossa converça , sabe Hadra os humanos tem um ditado tudo que vai volta , e vc fez muitas almas sofrerem nesse local , tem muitas almas atormentadas , sofridas so esperando um motivo pra se vingarem , e acho que esse dia chego , acho que vc lembra o que ouve na escola no rio quando eu era jovem .

Olhe contemple o sofrimento que vc crio olha o mundo que vc fez na umbra e as almas daqueles que vc judio .


Alex abria uma fenda deixando os espiritos sairem atravez delas e assim causar o caus necessario para ele se libertar e ativar seus semblantes e assim ir ate o Agniel e souta lo e sair voando e abrindo caminho pelas paredes ate sair do local .

Twisted Evil Twisted Evil

_________________
"Juro consagrar minhas palavras, minhas armas, minhas forças e minha vida em defesa dos mistérios da fé cristã"- Dustiel - Da Morte Gloriosa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Seg Fev 05, 2018 1:32 am

Jean presta atenção no que Angelo e Otavio falam para ele. As capacidades de ambos são como poderes. Algo adquirido após ultrapassarem um tipo de limite da realidade. Aparentemente Otavio possui dons de cura e Angelo possui uma forma de poder de ocultação sobrenatural. Jean está enpolgado com tudo isso mas ainda assim, isso não explica o que aconteceu com Michael na casa dos Strong. Algo acertou Michael e o jogou longe. Teria sido esse o poder de Jean? O tal "edge"?

Jean: - Mas, vocês estão me falando tudo isso. Eu também adquiri isso? Foi isso que atingiu Michael? Como faço para descobrir o meu poder e como consigo controlá-lo?

Jean não tem idéia de como sentir essa coisa ou como fazer ela funcionar. Imaginou que talvez, depois do que aconteceu nas colinas, ele conseguisse ter mais facilidade mas até agora isso não pareceu ser uma realidade.

Mesmo assim, Jean se levanta e olha para suas mãos. Procura se concentrar e tentar se lembrar dos ensinamentos de Otavio sobre a energia que corre no corpo. Algo ensinado desde os primórdios e tem total relação com as artes marciais. Jean tenta sentir essa energia fluindo em seu corpo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Freak Demon
Lammasu
Lammasu
Data de inscrição : 12/11/2017
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Qua Fev 07, 2018 11:16 pm

Havia uma sensação de paz em toda aquela sala. Não era apenas elegante e bela, mas era projetada para mexer com as emoções corretas. Cada detalhe arquitetônico, cada pintura, cada mobília... Tudo ali era calculado de forma precisa. No entanto, nem mesmo aquele local belo conseguia competir com a beleza de Sara. Estar ao lado dela me deixava um tanto... humano, por assim dizer. Ela nada dizia e a cada eco que nossos passos faziam naquele local me deixava mais ansioso para ouvir sua voz, embora o seu sorriso gentil aliviasse essa mesma aflição. Olhar para os seus olhos era como olhar para o mar.

Assim que entrei no elevador com ela, me senti estranho. Nada ali me incomodava de alguma forma, mas era uma sensação diferente. Foi quando percebi mais um atestado da genial construção daquele local. O elevador era um portal, e conforme ele subia nós “ascendíamos” também. A sensação foi explicada quando me dei conta que estava ali exatamente como eu era na verdade. Não havia ali Aleister, mas sim eu: Lakariel. Minhas asas estavam expostas, meus sentidos aguçados e minha aura expandia e vibrava em cada átomo do lugar.

De repente paramos e estávamos em uma sala em forma de octógono. Atrás de mim veio Lirus e novamente ela me encantou com sua forma e sua luz. Era linda de se ver. Ela brilhava mais do que tudo ali e suas asas de cores peculiares a faziam ainda mais especial.

Haviam poços com uma constante torrente de água que começou a tremer conforme penetrávamos na sala. Das janelas que compunham a cúpula, uma delas foi tomada por uma figura feita de aço negro, com olhos similares a discos de bronzes e veias de puro magma em sua face. Era Agniel, e ele estava se preparando para participar de nossa reunião.

A água continuava a correr de forma constante, e de uma das cachoeiras uma segunda figura ocupou o lote seguinte. Era como uma lótus azul, florescendo e se desabrochando, relevando em forma dourada e de expressões perfeitas o último integrante de nossa reunião. Este era Maliel, e com a voz mais indescritível em palavras, ele começou a falar.

Citação :
- Eis que estamos juntos aqui, devido a profecia de Ahrimal que de forma infalivel previu a rebeldia da Estrela da Manhã perante a nossa Mãe. Somos os detentores de Il-Ilum e antes que tomassemos qualquer decisão eu queria reuni-los aqui. O Anjo rebelde não tardará em requisitar uma posição da nossa parte. Miguel também parece obtuso em sua decisão. Estamos diante da cruz e a espada e grande parte da beleza da vida advem deste lugar pois somos nós que damos parte do alimento necessario para fauna e flora do Eden. Il-Ilum será procurado e o que devemos fazer ?

Sua voz era familiar e amigável. Fazia tanto tempo que eu não a ouvia e, ainda assim, parecia que nos falamos desde a minha fuga e antes dela. Quebrando a atmosfera de paz e serenidade da voz de Maliel, a voz estrondosa e reverberante de Agniel tomou lugar.

Citação :
- A Estrela da Manhã, o Portador da Luz foi muito incisivo na sua decisão. Sinto orgulho de sua determinação, mas a decisão dele pertence apenas a ele. A minha decisão vós já sabem qual é. Não mudarei minha opnião e certamente não deixarei que Lucifer atravesse os portões de Il-Ilum sem uma ordem direta da suprema Hoste.

Foi então que a doce e encantadora voz de Lirus se manifestou mais uma vez.

Citação :
- A sua decisão será mais que bem vinda Malliel, estou com você independente da sua escolha. Posso sentir a angustia de Agniel por causa da tremenda impetuosidade da Primeira Estrela da Manhã, mas é tú que sabe o real proposito de Il-Ilum e o nosso real proposito. Eu ficarei aqui.

Agora estava claro. Il-lum estava ameaçada por Lúcifer que, de alguma forma e por algum motivo, desejava tomá-la. Lirus e os demais não iriam permitir isso, a menos em circunstâncias específicas.

– Primeiramente, obrigado por me conceder o prazer de estar entre vocês, irmãos. Sei que sou um recém-chegado aqui e ainda tenho muito ao que me adaptar, agora que estou fora do abismo e habito aqui, entre vocês.

Não sei se foi meu encanto por Lirus ou se de alguma forma eu realmente senti que era o certo a fazer, mas tomei minha decisão.

– Dito isso, gostaria de salientar que eu estou disposto a ajudá-los no que eu puder e no que for preciso. Entre vocês, há agora mais um novo aliado.

Eu não posso dizer o que Lúcifer pretende. Na verdade, acho que ninguém pode. No entanto, Lirus mostrou que ela possui os mesmos interesses que eu e está disposta a me ajudar a manter nosso reinado entre os humanos. Não há motivo para ir contra ela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Sab Fev 10, 2018 9:25 pm

Dustiel (Alex Riverstorm)
Fé 3/3
FDV 5/8 
Tormento 6/4  (+1Tormento)
Vitalidade: Morto (7 Agravados) 


Sede do FBI em New Jersey  - ??


Dustiel e Agniel permaneciam amarrados, um cenário típico de uma guerra travada a gerações na qual desta vez, Radrakamus e Dustiel estavam em lados opostos. 

O sorriso dado por Dustiel fi capaz de surpreender a face imersiva e autoritária do Soberano da Primeira casa. Sem aceitar o acordo o Elohim preferia arriscar um novo embate com seu maior inimigo do que se sujeitar a um acordo com o mesmo. Não demorou muito para que um sorriso amarelo de quem não havia gostado brotasse da face do antigo Mentor de Dustiel. 

O Anjo Negro inimigo de Dustiel iria dizer algo quando subtamente seus óculos escorregaram revelando seu verdadeiro olhar que queimava como as chamas do fosso do inferno. Agniel juntou todas as suas forças para gritar e implorar para que aquilo não continuasse. Uma aura gélida confrontou o local inundando o local que antes era incrivelmente quente, a sala então se tornava fria de uma maneira estranha como em um sepulcro aterrorizante, as vozes de agonia de criaturas que provinham do próprio tártaro exauriam seus gritos de agonia e dor, vozes de ódio, vorazes e demoniacas podiam ser ouvida por todos os lados. 

Agniel : - Nãooo, Dustiel ! O que você fez ! Você está deixando o abismo te consumir.  

Imediatamente Radrakamus invocou a sua verdadeira forma demoníaca completa quase no mesmo instante em que ainda fraco Agniel também o fez, Radrakamus agora era uma forma negra como o próprio carvão, com 2 pares de asas igualmente queimadas em brasa pura. Os três sabiam o que estava por acontecer naquele momento, uma fenda enorme se rompeu bem atrás de Dustiel, era possível ver um cenário de cor esverdeada doentia atrás dele e de seu interior vários espectros atravessavam o local. Poderosos espiritos alimentados pela dor e pela maldade que existia naquele predio regido pela ganancia. Os Espectros se espalharam por todos os andares das formas mais aleatórias possíveis, eles destruíam tudo, possuiam mortais e causavam a morte de outros de maneira direta e indireta, os gritos de desespero eram ouvidos nas outras salas. 

Um dos espectros avançou em direção de Radrakamus e foi desmaterealizado por uma chama engolfada pela bocarra de Radrakamus que se escancarou, sua boca se escancarou por quase um metro de comprimento, o espectro se tornou uma massa esverdeada que foi engolida por Radrakamus, uma tática por ele usada para recuperar fé atraves da essência primordial dos espectros, um dos grandes motivos dos quais Radrakamus adorava a parceria com Dustiel era que ele podia angariar espiritos para alimentar a fé de seu Soberano nas épocas antigas. Assim que terminou de se alimentar, Dustiel pôde sentir um Radrakamus ainda mais forte, com sua reserva revigorada, suas chamas em volta de seu corpo aumentaram drasticamente em um vermelho pulsante de calor. 

Radrakamus : - Você não quer ir pelo caminho mais curto, eu deveria imaginar. Deve estar querendo brincar igual o Agniel. 

Ainda preso Dustiel poderia imaginar que isso aconteceria, da grande boca de se abriu em Radrakamus, uma grande labareda engolfou gande parte da sala. Queimou Agniel que resistiu ao fogo graças a sua pele próxima do metal polido em altissímas temperaturas. Dustiel por outro lado teve seu corpo inteiramente queimado pelas chamas, o corpo de Alex Rivestorm carbonizado, Dustiel podia ser um Elohim imortal e poderoso, mas Alex virava uma pilha de gordura derretendo em segundos. Dustiel sentia sua essência ser levada para o abismo novamente. 

OFF: Dustiel ainda pode tentar encontrar um novo corpo ou forçar o uso do semblante em Alto tormento "Nas Garras da Morte"

Citação :
Dustiel Teste de Atravessar (Modo Tormento) o Véu Diff 7. = 2 Sucessos


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"


Última edição por Beaumont em Sab Fev 10, 2018 10:41 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Sab Fev 10, 2018 9:53 pm

Jean Dasnoy
FDV 5/6  
Vitalidade - 1 Machucado (1 Contusivo 1 letal - 1 dia p/ recuperar)  (Sem penalidade de dados pelo resto do dia)


Dojo do Mestre Br Food Truck  -  15:15


A mente de Jean Dasnoy de fato deveria estar cheia de perguntas, ele pela primeira vez conseguiu ter certeza das habilidades inimagináveis que Angelo e Otavio tinham mas além de tudo, ele não podia deixar de se lembrar do momento em que Michael estava bem em cima dele e por um golpe inexplicavel. O seu antigo mestre foi arremessado por metros de distãncia. Angelo já sentado respodia as perguntas de Jean de forma franca. 

Angelo : - É muito importante que você abra primeiro os olhos da mente. A segunda visão sempre ! Treine sempre essa habilidade para detectar o oculto a sua volta, assim sempre você estará preparado, tente sentir a aura de tudo e todos a partir de hoje. Comece por nós. 

Assim como nas dicas de Angelo e nos seus próprios conhecimentos, Jean se concentrou em sentir a energia de Angelo e seu mestre. No inicio eles apenas pareciam os mesmos, Angelo suado e Otávio sentado em posição de lótus a observa-lo. Jean olhou suas maos e foi aí que ele sentiu algo diferente, seus olhos podiam enchergar detalhes que antes ele não podia ver, ele se concentrou na alma, na sua própria alma e ele viu que sua alma possuía uma vontade própria de se libertar, ele olhou para Angelo novamente e viu Angelo como um ser de luz branca, Ótavio era diferente, parecia que ele apenas alguém com uma sombra de um ser com longas asas ao seu lado. Ótavio nao emanava tanto poder quanto Jean e Angelo emanavam. 

Subitamente Jean começou a perder o controle sobre suas pernas, ele ficou zonzo e sentiu como se uma força incrivel (Sua alma) quisesse se libertar. Raios elétricos começaram a sair do corpo de Jean como se pulsassem de seu corpo, as lampadas começaram a estourar uma a uma e desesperados Angelo e Otávio tentaram acalmar o jovem . 

Angelo & Otavio : - Jean ! Você precisa se acalmar ! 

Otavio : - Controle sua força interior, se você deixa-a controlar você, tudo o que conseguirá é criar o caos e a maldade exatamente como Michael o fez ! 

Jean sentia que havia uma dualidade em sua própria essência, ele podia se controlar e manipula aquela nova força, ou deixar ela controlar e destruir tudo o que ele visse na frente.  

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Sab Fev 10, 2018 11:28 pm

Lakariel (Aleister "Al" Blackthorn)
Fé 3/3
FDV 4/4
Tormento 3/3 
Vitalidade Ok


Bernegath LightHouse - 01:00

Lakariel escreveu:
– Primeiramente, obrigado por me conceder o prazer de estar entre vocês, irmãos. Sei que sou um recém-chegado aqui e ainda tenho muito ao que me adaptar, agora que estou fora do abismo e habito aqui, entre vocês.

Enquanto o Anjo de beleza sublime e voz incrivelmente encantadora falava, o cenário por completo começava a se desmanchar, Lakariel percebeu que aquilo não se passou de uma lembrança incrivelmente antiga que retomou a mente do Elohim no instante em que ele entrou na sala de Malliel. Hoje Malliel estava ancorado ao corpo de Spencer J Clinton. um multi milionário dono de muitas terras em Long Branch e em outras como Ocean City, Newark e outras cidades litoraneas dos Estados Unidos. 

Spencer estava de pé a espera de Aliester e Sarah. Ele possuía um tic costumeiro de abotoar e desabotoar a manga da blusa e estava fazendo isso quando o encontro deles ocorreu naquela noite, Malliel era um homem elegante e com um terno de cor azul marinho, cabelos arrumados a gel de cor loira e rosto jovem . Havia quadros de Il-Ilum nas paredes, o bastião que um dia foi refugio de Lakariel e outros Elohim, mas as pinturas por mais detalhadas que fossem não chegavam de fato ao que realmente o bastião era. 

Sarah seguiu de encontro com Spencer e eles se beixaram no rosto demonstrando uma incrivel intimidade e companheirismo um pelo outro, conversaram rapidamente sobre o transito e como ela não teve sorte com a conversa com um tal de Johnny Boy. Spencer então voltou sua atenção para Aliester e apertando sua mão, os cabelos de Spencer brilharam um dourado incrivelmente familiar, Lakariel não iria esquecer do jeito amigável de ser de Malliel, era realmente o anjo protetor de Il-Ilum a sua frente. 

A reunião estava quase completamente igual a que ocorreu na época em que a memória de Lakariel se ativou, contudo faltava uma pessoa. 

Malliel : - Você deve estar sentindo falta de Agniel não é mesmo ? Eu também sinto a sua falta. Você não poderia ter retornado ao Éden em um tempo melhor meu estimado Lakariel. Nós, os faustianos estamos vivendo muito bem em companha dos mortais, eles nos alimentam com sua fé por nós Elohim e nós vivemos muito bem com eles, o problema mesmo está sendo os Rapinantes. Os Elohim que querem a todo custo destruír os mortais e todos os que se sentem bem vivendo com eles. 

Sarah : - Spencer, acho melhor você não preucupar Lakariel com isto ! 

Spencer : - Ele precisa saber, das facções e nosso problema com elas. 

Spencer leva a mão ao rosto e seu semblante apreenssivo não parecia nada bom. Ele poderia ter poupado Lakariel dessa preocupação, mas pelo visto ele se sentia confortavel falando sobre isso mesmo depois de tanto tempo longe. Sarah se sentou em uma poltrona confortavel e acendeu um cigarro enquanto ficou olhando para a vista para o mar do escritório. Spencer que estava próximo a Alister segurou seu ombro e então disse. 

Spencer : - Nossa vida era para ser incrivelmente melhor Lakariel, os humanos hoje são livrer para tomar suas decisões e a Hoste Divina parece que pensa como nós no fim, mas temos problemas mesmo assim, Agniel foi sequestrado e eu pedi para que Sarah avisasse todos os faustianos sobre o perigo que passamos você pode estar em perigo também. Enquanto não sabemos o que os Rapinantes querem. Todos nós estamos em perigo. 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Dom Fev 11, 2018 12:16 am

Jean se concentrou e conseguiu enxergar além do que os olhos podem ver. Sua alma e a de Angelo brilhavam com uma luz forte. a sua em particular parecia querer se desprender, se libertar. Otavio por sua vez apresentava algo diferente, ao invés da aura, ele apresentava uma sombra alada ao seu lado. O que seria aquilo?

A força que emanava de Jean era muito forte e ele se sentiu bem com aquilo. Parecia que ele sabia que possuía todo esse potencial mas só agora ele conseguiu ver e provar tudo isso. A energia emanava com muita força e evoluía muito rapidamente até que suas pernas começaram a cambalear, relâmpagos saíam de seu corpo e as lâmpadas começaram a estourar. Entre os gritos de Angelo e Otavio para se acalmar, Jean teve um vislumbre de algo estranho. a sala sumira, dando espaço a um campo amplo, dividido em um lado direito, iluminado com uma luz branca muito forte e o lado esquerdo envolto por uma escuridão tão forte que parecia ser palpável. Os dois lados pareciam fluir de dentro dele e para dentro dele ao mesmo tempo. Não demorou muito para que sua cabeça começasse a pesar e ele começasse a sentir sua visão ficar cansada. Ele iria desmaiar e sabia disso. Então ele se tomou a posição do cavaleiro, com as pernas flexionadas para o lado, como se estivesse sentado em uma sela de cavalo, posicionou suas mãos à frente de seu corpo no ponto chamado plexo solar, localizado na barriga logo abaixo do estômago, e procurou controlar o fluxo de energia para não perder os sentidos. Seus pés encostados totalmente no chão procuravam fixar-se à energia da terra e sua cabeça estava fixada no fluxo de energia.

Jean sentiu a força dos dois lados e ele percebeu que tanto um quanto o outro eram igualmente poderosos. Jean pensou nas decisões a tomar e não queria se deixar controlar nem por um nem por outro no momento. Ele não sabe por quanto tempo ficou naquela posição mas usou a força de sua vontade para manter o controle do seu eu iluminado e do seu eu obscuro, a fim de domá-los e controlar sua vida como um todo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Freak Demon
Lammasu
Lammasu
Data de inscrição : 12/11/2017
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Qua Fev 14, 2018 2:14 am

Enquanto falava, o cenário mudou completamente. Não tinha passado de uma lembrança... Isso foi incrível! A lembrança foi tão vívida que parecia que foi uma atuação, uma reprodução daquele momento. Me senti confuso por um momento, pois podia jurar que eu realmente havia entrado naquele local; depois me senti simplesmente fascinado...

Conforme adentrava a sala com Sarah, pude ver Malliel no corpo do seu hospedeiro. Ninguém menos do que Spencer J. Clinton, um multimilionário dono de diversas terras ao redor do país. Ele estava de pé, nos aguardando, enquanto abotoava e desabotoava constantemente a manga da camisa, em uma espécie de cacoete altamente perceptível. Ele vestia um terno azul marinho e seus cabelos louros estavam penteados para trás, expondo totalmente um rosto jovial. Ao meu redor notei também reproduções mortais – fracassadas – do esplendor do antigo refúgio em pinturas espalhadas pela parede. Nenhum humano poderia ter a capacidade de reproduzir em algum meio artístico o que Il-Lum era – é – de fato.

Sarah tomou a frente e beijou Spencer no rosto. Um pouco de conversa trivial humana e algo sobre um tal de Johnny Boy. Não prestei muita atenção, para ser honesto. Foi só quando Spencer estendeu a mão para mim que eu me foquei nele e em seu hospedeiro. Era impressionante como era perceptível a presença de Malliel até mesmo em detalhes físicos de seu hospedeiro – detalhes supostamente sem importância.

Foi como na memória a pouco reproduzida tão vividamente. Estávamos todos lá mais uma vez, mas faltava alguém.

Citação :
- Você deve estar sentindo falta de Agniel não é mesmo ? Eu também sinto a sua falta. Você não poderia ter retornado ao Éden em um tempo melhor meu estimado Lakariel. Nós, os faustianos estamos vivendo muito bem em companha dos mortais, eles nos alimentam com sua fé por nós Elohim e nós vivemos muito bem com eles, o problema mesmo está sendo os Rapinantes. Os Elohim que querem a todo custo destruir os mortais e todos os que se sentem bem vivendo com eles.

Exibi um sorriso sincero. Era bom estar na presença dele mais uma vez.

Citação :
- Spencer, acho melhor você não preucupar Lakariel com isto !

Citação :
- Ele precisa saber, das facções e nosso problema com elas.

– De fato, Sarah. Não se preocupe. Creio que nada entre nós deve ser omitido.

Notei que Spencer assumiu um semblante preocupado. Era estranho vê-lo assim, pois ele sempre se apresentava com uma expressão calma e confiante e era muito habilidoso em transmitir essas virtudes para todos ao seu redor. Sarah pareceu incomodada e tomou assento em uma poltrona, enquanto fumava e olhava a enseada pela janela. Malliel tocou meu ombro, decidindo prosseguir com o relato. Aparentemente ele se sentia melhor quando “desabafava” sobre o que acontecia.

Citação :
- Nossa vida era para ser incrivelmente melhor Lakariel, os humanos hoje são livrer para tomar suas decisões e a Hoste Divina parece que pensa como nós no fim, mas temos problemas mesmo assim, Agniel foi sequestrado e eu pedi para que Sarah avisasse todos os faustianos sobre o perigo que passamos você pode estar em perigo também. Enquanto não sabemos o que os Rapinantes querem. Todos nós estamos em perigo.

De fato não eram notícias agradáveis, mas decidi não piorar o ânimo de Malliel e tentei confortá-lo.

-- Não oculte o seu melhor, meu amigo. Todos nós sempre buscamos paz e confiança em ti e isso fará muita falta, principalmente agora. Eu acabo de retornar e ainda me sinto um tanto cru e mal acostumado nessas circunstâncias, no entanto estou aqui para somar. Diga-me, meu caro: o que posso fazer pelos meus irmãos? Se eu puder ajudar você e Sarah, farei isso de extremo bom grado e alegria.

Minha forma de falar espantava até mesmo a mim. Eu tinha que periodicamente lembrar a mim mesmo que eu era um anjo, e não Aleister, o mortal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Mitzrael
Admin
Admin
Data de inscrição : 15/02/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Qui Fev 15, 2018 1:08 am

Dunstiel podia sentir a sua essencia sendo separada do corpo mortal a sua lembraças sendo arancadas dele .

Mas uma lembrança fazia ele voltar a si (Ravenael o salvando na favela ) ,Dunstiel juntava toda sua força de vontade e assim voltava para aquele corpo moribundo .


Nao vou me dar me deixar ser vencido tao facil assim , e tambem não irei cair meu amigo !!! Agora fuja voe entre na umbra mas saia daqui agora . Voce é muito importante para Ravenael , voce tem de estar vivo por ela , agora use todo seu poder para sair daqui .

Enquanto a voce ainda não chego minha vez .


Dunstiel falava usando seu poder para se soltar e assim efetuar a travesia para umbra atgivando seu semblante .

Gasto 1 de fe e 1 de fdv e testo fe pra abrir o semblante e uso doutrina da morte nv2
Twisted Evil Twisted Evil

_________________
"Juro consagrar minhas palavras, minhas armas, minhas forças e minha vida em defesa dos mistérios da fé cristã"- Dustiel - Da Morte Gloriosa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Qui Fev 15, 2018 7:39 am

Jean Dasnoy
FDV 5/6  
Vitalidade - 1 Machucado (1 Contusivo 1 letal - 1 dia p/ recuperar)  (Sem penalidade de dados pelo resto do dia)




Dojo do Mestre Br Food Truck  -  16:00

Manter o controle sobre aquela força ainda misteriosa mas familiar para o garoto era um grande desafio. De alguma forma Jean havia entendido exatamente o núcleo do objetivo, mas apesar de saber não era tão fácil aplicar o controle entre o bem e o mal em seu corpo assim. Sua mente tentava lhe pregar peças, o cansaço era palpável, havia dor e inumeras fontes que pudessem desconcentrar o jovem lutador, mas ele se manteve focado no controle por quase uma hora sem interrupção. 

Quando ele finalmente chegou ao seu limite, Jean liberou uma onde de energia que de forma circular se expandiu por todo o seu corpo e atravessou a parede com uma força incrivel, cansado Jean se ajoelhou ao chão e buscou o folego necessário. Seu corpo igualmente ao de Angelo estava todo suado e rapidamente seus amigos foram lhe acudar e ver se Jean precisava de algo. O garoto só precisava relaxar seus músculos que por tanto tempo foram exigidos em sua plenitude, mas ele conseguiu controlar o Edge por tempo o suficiente para entender melhor como usa-lo em um momento de necessidade. Enquanto recuperava o folego ouviu um bater de palmas próximo a porta. 

Surpresos, Otávio, Angelo e Jean olharam e viram o pai de Jean em pé a bater palmas, ele parece ter observado grande parte da atuação incrível de Jean e por algum motivo ninguem perceberu quando ele chegou. Ele estava muito bem arrumado, terno marrom escuro com seus óculos de grau daqueles quem exigiu muito dos olhos para ler inumeros livros ao longo de sua vida. Curiosamente estava usando uma luva branca e tinha uma bengala presa a cintura, Jean difícilmente via seu pai usando aquele tipo de roupa, apenas em festas e ocasiões especiais de sua infancia. O pai de Jean também usava um broche de ouro com o simbolo de uma cruz. 

Ao seu lado estava uma mulher de aparência também madura. Ela tinha a etnia de uma Tailandesa  que nasceu no país, longos cabelos negros e um olhar compenetrado e pele morena, vestia roupas casuais, jeans e uma blusa cumprida de cor branca e confortável . Mas o que mais chamou a atenção de Jean foi o longo par de asas brancas que circundavam seu corpo. Jean nunca havia visto uma criatura tão majestosa em sua vida.  


Angelo : - Sr Dasnoy ? 

Sr. Dasnoy : - Olá Angelo ! Como vai o garot que me dá tanto orgulho ?

O pai de Jean se aproximou de Jean e tocou os seus ombros, ele tiha um sorriso afetuoso e fez questão de agradecer Angelo e Otávio por toda a ajuda. 

Sr. Dasnoy : - Obrigado a vocês por fazerem meu filho despertar o Second Sight. Eu nnca imaginei que um dia ele faria. Está na hora de você finalmente saber o verdadeiro significado da Mística ordem Rosae Crucis. 


Jean escreveu:
Teste de Auto Controle + Consciencia Diff 8. = 1 Sucesso
Teste de Auto Controle + Consciencia Diff 8. = 1 Sucesso

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Qui Fev 15, 2018 11:21 am

Lakariel (Aleister "Al" Blackthorn)
Fé 3/3
FDV 4/4
Tormento 3/3 
Vitalidade Ok




Bernegath LightHouse - 01:15

Enquanto Malliel era sincero em suas palavras, o Elohim percebeu o quanto Sarah não se sentiu bem com a decisão de Malliel, mas ela permaneceu sem se intrometer, ambos estavam com um olhar de tristeza ou aflição, o anjo da Quinta casa já tinha sido muito bom no passado em perceber e manipular as emoções alheias mas desde de que se apossou do corpo de Aliester, o jovem músico reservado, essa caracteristica do hospedeiro acabou reverberando sobre algumas habilidades do anjo. Mesmo assim Lakariel sentia que a investida Rapinante sobre os pacificos Faustianos estava sendo bem apavorante. Malliel era um poderoso soberano, mas Lakariel sabia que o Elohim não gostava de usar a força bruta a menos que fosse estritamente necessario. Lirus, podia ser uma fervorosa guerreira quando a causa era nobre, mas as memórias de Lakariel falhavam um pouco sobre qual foi a posição que eles tomaram no levante de Lucifer nos tempos de outrora, de qualquer forma os pensamentos sobre a personalidade de Malliel e Lirus foram cortados quando a conversa voltou a tona. 

Lirus : - Malliel está tentando alerta-lo de que nenhum lugar é realmente seguro para nós desde que os rapinantes começaram a avançar. Eles não temem mais o poder politico de Spencer, fecharam a delegacia de policia e sequestraram Agniel, eles estão...

Malliel : - Eu quero que você assim como todos os outros faustianos se protejam, procurem um abrigo, me diga onde você vai ficar que eu mandarei seguranças protegerem o perimetro, quero dizer que Lirus e eu faremos o que pudermos para proteger os nossos. O que eu quero de você agora é que tome cuidado. Já sabe onde vai ficar ? Se nao tiver onde ficar eu posso oferecer um hotel por minha conta, haverá segurança e um lugar seguro para você ficar. 

Ambos pareciam muito preocupados com a segurança de Lakariel, o Elohim teve a impressão de que existia uma guerra velada na cidade entre as facções de maneira mais torrencial do que ele poderia imaginar. 

O telefone de Aliester começava a tocar mais uma vez, era Tim outra vez ligando. Enquanto o telefone de Lakariel tocava todos os 3 sentiram o momento em que a Luz divina de Agniel se apagou para todo sempre...

Lirus/Malliel : - AGNIEL...!!!

Lakariel escreveu:
Teste de percepção + Empatia Diff 6. = 1 Sucesso


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Qui Fev 15, 2018 12:03 pm

Dustiel (Alex Riverstorm)
Fé 1/3
FDV 3/8 
Tormento 8/4  (+3Tormento)
Vitalidade: Aleijado - 5 (6 Agravados) 




Sede do FBI em New Jersey  - ??

Cada segundo demonstrava o quão relativo era o tempo para um Elohim, naquele pequeno instante Dustiel podia se lembrar de todos os dias em que Ravennael fervorosamente investiu para trazer a alma melancolica de Dustiel de volta ao que era outrora. Dustiel era uma alma amargurada e que apenas se nutria da destruíção, alimentado pelo ódio de Radrakamus ele destruiu vidas e acabou com as obras da criação por diversas vezes, mas o amor de Ravennael trouxe aquele Elohim a sua forma privilegiada e agora quanto mais ele se via distante de Ravennael, de volta a aquele aspecto tenebroso Dustiel se alimentava, o poder de Dustiel estava ficando fora do controle mais uma vez, suas doutrinas apenas eram alimentadas pelo ódio e pelo tormento, suas ações estavam se tornando desesperadas e o poder egoísta das garras da morte aferraram ele mais uma vez ao corpo de Alex Riverstorm impedindo a alma do jovem infeliz a seguir seu caminho de destino. Dustiel não iria desistir tão facilmente...


Dustiel voltou ao plano Terreno ainda gritando para Agniel salvar sua vida. O Elohim não tinha noção do tempo e não percebeu que havia se passado um dia desde de que ele havia sido queimado vivo pelo poder macabro de Radrakamus. 

 Assim que ele voltou, ele percebeu que estava preso outra vez. Seus olhos vendados assim como seus braços e suas pernas, mais uma vez o rompante de ódio de Dustiel fluoresceu e o poder da doutrina da morte de fez presente para todas as direções. Suas ataduras que o prendiam evaporaram facilmente, sua venda nos olhos também, as lampadas da grande sala branca também se despedaçaram assim como um espelho grosso que estava na frente. O poder de Dustiel foi tão forte que exalou na outra sala na qual Radrakamus e outros cientistas estavam, os mortais gritavam de dor ao ter seus corpos decompostos como se suas peles tivessem sido emergidos no mais caustico dos acidos perigosos. Radrakamus estava sentado, rapidamente se ergueu montando para si seu semblante repitiliano enegrecido, sua verdadeira forma parecia ser super resistente ao poder da decomposição de Dustiel, ele não pareceu sentir dor e gargalhou enquanto caminhava na direção de Dustiel, Radrakamus era como um grande esqueleto enegrecido e gigante de asas com couro rasgado e grandes orbes vermelhas no lugar dos olhos. 

Dustiel sentiu que estava incrivelmente fraco por causa das queimaduras que sofreu na noite anterior, ele nem mesmo aguentava ficar em pé por muito tempo e acabou caido ao chão enquanto presenciava a magnetudo do seu soberano inimigo Rapinante. A sala em que Dustiel estava era uma sala de interrogatório muito semelhante a outra que estava antes, mas não era a mesma pois o rasgo da tessitura que ele fez no outro mundo não estava mais lá, a sala também era revestida por espumas acochoadas que inibiam que tornava o som do ambiente mais acustico como um estudio de gravação de musicas. Havia uma porta logo atrás de Dustiel mas ele não sabia se a porta estava aberta ou trancada. Radrakamus não tinha pressa em se aproximar de Dustiel e nem parecia temer o seu poder de decomposição. 

Radrakamus : - Eu sabia que você usaria o poder para aferrar-se ao corpo do jovem Riverstorm outra vez, eu posso torturar você por décadas e você sabe disso, consegue sentir Agniel fazendo parte da minha essência ? Pois eu posso HAHAAHAHA ! Agora que eu tenho você eu não precisava mais dele, mas eu ainda preciso de você e vou te dar mais uma vez a chance de um acordo, preciso que me leve até Malliel, o Soberano Faustiano, você pode fazer do jeito dificil e quem sabe o próximo Elohim que você verá obliterado será sua adorada Algoz !

Citação :
Dustiel Teste de FDV para Nas garras da Morte(+1 Tormento) Diff 6. = 3 Sucessos
1 FDV Gasto para ignorar penalidades de dor
Dustiel teste de fé Diff 6. = 1 Sucesso
Dustiel Teste de Doutrina da Morte 2(+1Fé ) Diff 6. = 3 Sucessos
Radrakamus teste de Absoção Diff 6. = X Sucessos

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Seg Fev 19, 2018 2:57 am

Jean conseguiu controlar as energias que manuseava e após atingir um ponto, liberou a energia e terminou ajoelhado com o esforço. Seus músculos cansados e seu corpo suado traduziam o esforço que fez enquanto Angelo e Otavio vinham a seu auxílio. Quando ergueu sua cabeça para encontrar o rosto de seus amigos, escutou palmas vindo da entrada do Dojô e ao se virar, viu seu pai trajado com um terno usado em ocasiões muito especiais e uma mulher com traços orientais ao seu lado. Jean ficou surpreso ao ver seu pai ali e ainda mais com a mulher, que tinha um belo par de asas adornando suas costas.

Seu pai se aproximou sorrindo e tocando seu ombro enquanto agradecia Angelo e Otavio por ajudarem Jean a atingir o second sight. Ao ouvir isso Jean ficou ainda mais surpreso e agora seu pai colocava a ordem Rosacruz no meio. Teria o pai de Jean algo a ver com tudo isso?

Jean: - Pai? A quanto tempo você está aqui?

Jean reúne forças para se erguer e encontrar os olhos de seu pai e o da moça oriental.

Jean: - E quem é essa moça? Como ela conseguiu esse par de asas? Você sabia que eu estava aqui o tempo todo? A mãe sabe também?

Jean parecia uma criança tonta, perguntando tudo o que lhe vem na cabeça. Ele estava curioso para saber tudo o que estava ocorrendo à sua volta. Foi dessa forma que no meio de um turbilhão de perguntas, veio a lembrança de sua professora em sua cabeça.

Jean: - Nossa, acabei de lembrar que a senhora Strong ia passar no hospital. Deve tá o maior fuzuê lá fora com gente me procurando. Será que ela está bem?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Freak Demon
Lammasu
Lammasu
Data de inscrição : 12/11/2017
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Ter Fev 20, 2018 9:24 pm

Citação :
- Malliel está tentando alerta-lo de que nenhum lugar é realmente seguro para nós desde que os rapinantes começaram a avançar. Eles não temem mais o poder politico de Spencer, fecharam a delegacia de policia e sequestraram Agniel, eles estão...

Aquilo era mais intenso e perigoso do que eu imaginava. Era como se Lirus estivesse tentando me “proteger” da realidade, como se uma sangrenta e cruel batalha estivesse acontecendo constantemente ao nosso redor, de uma forma fantasma.

– Então basicamente nós estamos lidando com alguns de nós que se rebaixaram a animais que nada entendem além da força bruta e da agressão? Basicamente você está me sugerindo que precisamos encontrar uma outra linguagem para interagir com essas bestas e dar a eles algo que possam temer para colocarmos elas nos eixos?

Citação :
- Eu quero que você assim como todos os outros faustianos se protejam, procurem um abrigo, me diga onde você vai ficar que eu mandarei seguranças protegerem o perimetro, quero dizer que Lirus e eu faremos o que pudermos para proteger os nossos. O que eu quero de você agora é que tome cuidado. Já sabe onde vai ficar ? Se nao tiver onde ficar eu posso oferecer um hotel por minha conta, haverá segurança e um lugar seguro para você ficar.

– Um hotel? Sim, isso seria bom. Se não lhe for dar muito trabalho, é claro. Assim estaremos mais próximos e, sendo seu pessoal, não há razão para desconfiar. Tomarei cuidado, como desejas, meu amigo. Aceito seu generoso convite e desde agora eu lhe agradeço.

Naquele momento o meu celular começou a tocar de novo. Novamente era Tim. Acabei me esquecendo do problema que tinha causado com Jane.

Droga! Preciso resolver isso!

Nesse momento uma sensação terrível passou. Foi como um choque, que enrijeceu todos os meus nervos. Senti como se um pedaço da minha alma foi arrancada a força. Meu espírito se sentiu fraco e parte da minha energia astral se esvaiu. Me senti cansado e acabei me ajoelhando, perdendo a força nas pernas.

Citação :
- AGNIEL...!!!

– Ele se foi... Ele... Se foi!

O telefone continuava tocando. Eu precisava resolver isso, mas não era o momento. Agniel não estava mais entre nós. Eu não poderia colocar problemas mundanos acima de um dos nossos.

– ...Precisamos fazer algo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Mitzrael
Admin
Admin
Data de inscrição : 15/02/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Qua Fev 21, 2018 1:11 pm

Alex se via ainda preso naquele lugar , so tinham mudado o quarto ou sela , mas ainda tava na delegacia .

Radrakamus : - Eu sabia que você usaria o poder para aferrar-se ao corpo do jovem Riverstorm outra vez, eu posso torturar você por décadas e você sabe disso, consegue sentir Agniel fazendo parte da minha essência ? Pois eu posso HAHAAHAHA ! Agora que eu tenho você eu não precisava mais dele, mas eu ainda preciso de você e vou te dar mais uma vez a chance de um acordo, preciso que me leve até Malliel, o Soberano Faustiano, você pode fazer do jeito dificil e quem sabe o próximo Elohim que você verá obliterado será sua adorada Algoz !


Alex : vc ainda não entendeu não e mesmo Hadrakamus vc ja perdeu , vc pode rir avontade mas o abismo e o unico lugar para onde vc vai , curta bem ria , pule , chatageie , mas vc vai voltar pro abismo .
Eu sou o anjo da morte , vc pode tentar fugir mas a morte chega pra todos , e quanto a Rav vc vai tar muito ocupado tentando fugir de mim pra pensar nela . Voce me solto , do abismo esse foi seu 1 erro , seu segundo foi me deichar vivo no Rio de janeiro , agora sua hora ta chegando meu amigo , descupe mas tenho de ir não tem mas nada pra eu fazer aqui aproveite seus ultimos tempos .

Eu tenho um acordo pra vc , se entregue , mande seus aliados embora , e prometo punir vc como humano e nao como um caido . o que sao 90 anos de prisao pra vc ? ou quer passar a eternidade no abismo ? espero que um pouco da inteligencia do Delegado tenha passado pra vc , ate agora vc so ta fazendo o que eu quero , Agora que Malliel perdeu um dos seus prediletos ele não vai medir esforços
para te matar e vc ta no territorio dele acho que vc esqueceu disso , uma estrateja muito errada pra quem ja viveu tantas guerras velhote .Há ja ia esquecendo eu sei onde vc ta agora mas vc não sabe onde ta o Malliel se divirta com isso .


Alex usa de sua dissiplina pra ficar entre os dois mundos e depois entrar de vez na umbra .


gasto 1 fdv pra acerta a travecia
Twisted Evil Twisted Evil

_________________
"Juro consagrar minhas palavras, minhas armas, minhas forças e minha vida em defesa dos mistérios da fé cristã"- Dustiel - Da Morte Gloriosa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Sab Fev 24, 2018 8:55 pm

Valkyria (Freya Lothbrok)
Fé 3/3
FDV 7/7
Tormento 0/4  
Vitalidade: OK 




Hotel Drake - Long Branch  - 01:30 



A visão que Valkirya possuía era de um lugar escuro, o brilho dos trovões criava um aspecto funebre ao local, a paisagem era desolada e feia, tenebrosa como a visão do mundo dos mortos da cultura ocidental. No chão havia dezenas de pedras, contudo se Valkirya prestasse mais um pouco de atenção ela notaria que na verdade, milhares de cranios afundados na terra constituiam o caminho entre ele e um ser gigantesco que compunha a sua frente. 


Mesmo a criatura sendo gigantesca, ela possuía um par de longas asas negras semelhantes as de um corvo. 

Valkyria apesar de tudo não demonstrava medo, em seus mãos ela tinha uma espada de duplo corte e na mão direita um escudo trincado e já fragilizado. Seu rosto doía provavelmente pelos golpes recebidos no passado mas isso não a impedia de saltar mais uma vez para planar na direção da criatura colossal. No ímpeto do salto, mais uma vez outro relampago ensurdecedor impediu a Algoz de continuar o seu ataque. Em meio a luz do relampago, ela pôde ver o momento em que a face do inimigo rachava como uma montanha que se partia ao meio. 

Valkyria não havia atacado, mas sentiu que o outro estava morrendo, o inimigo do combate explodiu em mil pedaços e sua essência se findou para sempre. 


Freya então acordou no quarto hotel Drake com uma enorme dor no peito, uma sensação de angustia, como se um ente querido tivesse deixado, a lembrança certamente faria Freya lembrar de sua tia, o mesmo sentimento de perda, angustiou a jovem outra vez. Do lado de fora da janela, vários relampagos iluminavam a cidade que daquele angulo mostravam uma maravilhosa visão da cidade litoranea de Long Branch nos Estados Unidos. Freya havia chegado na cidade há dois dias a pedido de seu agente, aparentemente um grande Show do Papa Roach aconteceria na sexta feira e varias bandas queriam abrir esse show e por isso uma grande batalha de bandas surgiu no melhor club da cidade para ver quem seria a banda que iria abrir esse show. 

Valkyria estava hospedada no melhor hotel da cidade, tudo por conta de seu empresário que parece ter arrumado para ela ótimos contatos. A jovem se aproximou da janela e admirou a vista outra vez ainda com aquele sentimento de perda no peito. Ela nunca imaginou ter tamanho luxo em sua vida, uma diária naquele hotel deveria ser uns 400 dolares americanos. Freya ainda se lembrava perfeitamente do sonho que teve, mas o seu significado era turvo...

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
Black Thief
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Sab Fev 24, 2018 10:17 pm


__________________________________________________________________________________________________________________

Trilha Sonora:
 

O tempo era tenebroso, os raios e as trevas cobriam o enorme campo de morte e sangue. Haviam apenas dois gladiadores naquele ambiente, uma luta até a morte total. Os olhos de Valkyria não saíam do grandioso Colosso de asas de corvo, asas tão negras quanto as suas próprias, mas o fogo negro que queimava dentro da força primordial da Morte dos Guerreiros como lava era avassaladora. Olhos de fúria e raiva, um olhar que apenas aqueles que estavam habituados ao massacre da guerra podiam exibir. A Algoz dava passos cautelosos à sua esquerda, passando seus pés calçados em botas negras pelos crânios e ossos daqueles que haviam lutado e pereceram de forma brava. Ela rangia seus dentes, sua face doía devido à luta, mas isso não importava, nada mais importava além de enterrar sua espada no inimigo. Valkyria exibia um sorriso de ferocidade, era uma provocação à seu inimigo, exibindo uma confiança que era imprudência se ter, mas ela o fazia para provocar, para que ele se empolgasse e desse um passo em falso. Ela fazia uma circunferência no campo, os crânios dançavam para os lados confirme os pés de Valkyra passava por eles , e então ela levantou a espada e começou a dar batidas no mesmo, um som de provocação, mais provocação, ela estava desafiando a criatura a atacá-la e antes que ela pudesse logo avançar independente se o Colosso iria avançar também, ou não, um estrondoso relâmpago a impediu de enterrar sua lâmina na face do inimigo. Valkyria não se mexeu mas seus olhos tornaram-se de espanto, uma surpresa, algo completamente inesperado e então ela viu a criatura começar a rachar e por fim uma explosão se fez com Valkyria protegendo sua face e seu corpo com suas imensas asas negras dos pedaços e do vento que jorrara contra ela.

Valkyria então vendo o nada, obliterado, se aproximou de onde o colosso estava. Ela fincou a espada no local, seu corpo se estremeceu, ela olhou para os céus e com os punhos fechados, sua voz ecoou pelo cosmo.

- THOOOOOOOOOORR!!!!!!!!!

__________________________________________________________________________________________________________________


Nova Trilha Sonora:
 

Freya levantou-se num salto poderoso, sua primeira reação foi olhar para suas mãos, elas estavam tremendo como uma batedeira e sentiu que estava suando, fortemente. Ela então sentia uma coisa ruim, muito ruim, como se aquele mesmo raio tivesse acertado a si, e não ao colosso ao qual enfrentava e com isso a garota caiu em lágrimas de uma forma súbita, se encolheu no canto da cama e sentiu aquela dor da perda, uma dor que não queria nunca mais sentir novamente mas que estava sentido a mesma dor de perder sua tia Lyanna. Algo tinha acontecido, ela sabia que algo tinha acontecido. Em meio à lagrimas Freya logo se levantou e foi até o frigobar do hotel, lá ela pegou uma garrafa de água e desesperadamente começou a tomar tudo de uma vez só chegando a derramar um pouco no chão do quarto. Ela então se desafogou e passou a respirar de forma profunda e aflita e botou a garrafa vazia em cima do frigobar. Valkyria então tentou respirar mais, sentia-se mais calma, mas não totalmente, olhou para as mãos de Freya mais uma vez e ainda tremiam, relativamente menos que a poucos segundos atrás mas ainda tremiam. Em seguida, a garota começou a limpar as lágrimas do rosto e foi em direção à janela. O vento batia forte naquele tipo de região, o litoral, ainda mais com os relâmpagos... Esses relâmpagos fazia Valkyria se lembrar do sonho... Um sonho que ela sabia não ser um sonho, era uma memória a muito tempo vivida. Etro tinha dito que isso aconteceria, aos poucos Valkyria iria se habituar com o corpo de Freya e então ela passaria a lembrar das coisas e reter uma parte de suas capacidades, era tudo uma questão de costume e tempo...

Valkyria continuava a olhar com os olhos de Freya, os relâmpagos e trovões faziam-na lembrar da estórias de Thor, o deus do trovão, o que ela sabia... Se tratava de um de seus irmãos, quando eram uma civilização em Asgard. Tudo o que podia fazer era confiar nas próprias palavras e memórias de Etro que estava no corpo de Agatha, mas agora... Nem Thor, nem Odin, nem Frey ou Freyja estavam ali, e ela não sabia o que teria acontecido com eles, se depois de tantos milênios ainda seriam irmãos ou não e até descobrir evitaria dizer seus nomes, até porque... Sem suas memórias não conseguia ser sincera ao dizer que sentia falta deles.

Freya continuava derramando lágrimas, uma sensação de vazio ainda a incomodava, mas Valkyria sabia que não era a Freya que incomodava, era a Valkyria mas agora a Elohim sentia toda a sensibilidade de sua hospedeira, era uma sensibilidade gigantesca, Freya possuía uma grande empatia e isso era tanto algo bom como ruím. Valkyria sentia como se estivesse de luto, Freya sentia essa dor também e era assim que agia, mas Valkyria não podia permitir que isso impedisse o dia de seguir. Tinha que falar com Agatha e dizer a ela sobre essa sensação, talvez ela pudesse explicar, mas até lá precisava também aliviar o coração de Freya e verificar se estava tudo bem com seu pai e seus amigos. Freya então ligou para o seu pai Skjorg, se tudo estivesse bem com ele falaria pouca coisa, apenas para mantê-lo informado que estava para entrar num concurso para conseguir uma abertura de uma banda e que estava tudo bem, perguntaria se ele sabia se estava todo mundo bem e então, mesmo que ele dissesse que sim, ela ligaria para aqueles que ela pudesse em casa, para confirmar se todos estavam bem, sem muita enrolação pois tanto Freya quanto Valkyria tinham assuntos a tratar.

OFF: A ideia dessas ligações é mais pra interpretar o lado samaritano da personagem, não que eu como jogador queira algo em particular com isso, de modo que se o narrador achar mais conveniente podemos até só pular essa parte já que ligar para amigos e famílias levaria muito tempo e muitos posts.

_________________



~ O Herói que entra em Valhalla não lamenta sua Morte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Sab Fev 24, 2018 11:11 pm

Jean Dasnoy
FDV 5/6  
Vitalidade - 1 Machucado (1 Contusivo 1 letal - 1 dia p/ recuperar)  (Sem penalidade de dados pelo resto do dia)




Dojo do Mestre Br Food Truck  -  16:15


Citação :
Jean-  Pai? A quanto tempo você está aqui?




Sr. Dasnoy : - Tempo o suficiente para sentir a manifestação do seu Trigger (gatilho) ser ativado. Existem certas coisas nesses mundo que você só acredita depois que você adquiri o Second Sight. Como está se sentindo Jean ? Podendo ver um mundo que o rodeava e que você não conseguia enchergar ?

Angelo : - Ele ainda é novo nisso tudo. Mas ele conseguiu enfrentar Michael completamente sozinho. 

Sr Dasnoy : - A base de nossa sociedade Rosa Cruz está um passo mais resistente agora. Porem com Michael a solta, eu temo que Long Branch não seja mais um lugar seguro. eu tentarei ser um pouco objetivo, esta moça atrás de mim possuí os códigos para renascer uma criatura ainda mais forte do que a que Michael trouxe, mas com Athilliel podemos manter este seguro a salvo. 

A face de seu pai demonstrava satisfação, Jean sempre viu seu pai como um renomado professor e pesquisador. Ele era muito inteligente, mas nunca imaginou que ele pudesse saber tanto assim sobre aquilo. O pai de Jean então conseguiu a atenção de todos ali, Otavio, Angelo, Jean e a moça se reuniram em volta do pai de Jean e o homem de maneira educada continuou a sua revelação. Mesmo assim a mente de Jean ainda estava preocupada com a Senhorita Strong. 

Sr. Dasnoy : - A sociedade Rosa Cruz possuí o objetivo de ir atrás do oculto, nós mantemos o conhecimento em mãos seguras, livres de pessoas ambiciosas como Michael. Ao longo da história, quando pessoas de mente hedionda se apossaram de reliquias e conhecimentos além do poder da imaginação coisas horriveis aconteceram, até mesmo Hitler e seu desejo continuo pelo poder sobrenatural se tornou um dos nossos maiores inimigos, Jean você não veio para Long Branch sem motivos, eu estava preparando você para proteger Atiliel. Como eu disse antes, ela é um ser acima da nossa compreensão, ela ajudou na construção do planeta Terra e ela detem o conhecimento que Michael deseja. 

Nesse Instante Atiliel ergue suas asas apenas para provar que as palavras do pai de Jean são de fato concretas, Otavio e Angelo não parecem se abalar e por algum motivo Jean tem a impressão de que é o único que não sabia nada daquela história toda. 

Mr. Dasnoy : - O plano de Michael é trazer de volta uma criatura exatamente como Atiliel, um ser extra planar de incriveis poderes, ele não conseguiu fazer com que seu ritual fosse completo graças a você Jean e Angelo que impediram ele e seus asseclas de terminarem o ritual a tempo. Mas isso não significa que os componentes do ritual estejam a salvo. Todos os 8 componentes do ritual ainda estarão em perigo enquanto ele estiver livre por aí. 

Angelo: - Exatamente, Michael precisa de 8 sacrificios para trazer de volta aquele Pandorum não é verdade ?

Atiliel : - Sim ,  uma criatura capaz de acabar com toda a fauna e flora da terra. Mas mesmo que ele realize o ritual e traga pandorum, ele ainda precisa saber onde precisa ser realizado o ritual e isso apenas eu posso saber. 

Sr. Dasnoy : - Isso explica o motivo de Atiliel correr perigo, os 8 sacrificios também estão correndo perigo e isso inclui você Jean e Angelo também. 

Era muita informação para Jean, mas ele tentava absorver aos poucos. Parece que Michael ainda estava atrás dos 8. Isso significa que Kelly Strong e Leila Mill ainda corriam perigo...

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Sab Fev 24, 2018 11:42 pm

Lakariel (Aleister "Al" Blackthorn)
Fé 3/3
FDV 4/4
Tormento 3/3 
Vitalidade Ok


Hotel Drake - 01:30

Al escreveu:
– Então basicamente nós estamos lidando com alguns de nós que se rebaixaram a animais que nada entendem além da força bruta e da agressão? Basicamente você está me sugerindo que precisamos encontrar uma outra linguagem para interagir com essas bestas e dar a eles algo que possam temer para colocarmos elas nos eixos? 

– ...Precisamos fazer algo.

Sarah : - Eu não acredito... - Sarah não escondia sua preocupação caso realmente uma guerra viesse a acontecer. 

Todos ficaram mudos por longos minutos até que Sarah trouxe de volta a discussão 

Sarah : - Isso ! Uma linguagem um pouco mais diplomática ! Na verdade não queremos que você faça isso mas Malliel certamente fará não é mesmo ?!

Malliel : - As coisas estão piores do que imaginei. Vocês sentiram Agniel ser obliterado ? 

Malliel demonstrava ódio, impetuosidade e euforia. Traços nada caracteristicos de um Elohim como ele. Sarah correu para o seu conforto, mas ele foi ríspido e continuou com a face de ódio. 

Malliel : - Nãoooo !!! Ahhhg ! Os rapinantes só conhecem essa língua Sarah ! Eles não vão parar. Lakariel, por favor leve Lirus com você e fiquem no Hotel Drake, lá é seguro. Não posso permitir perder nenhum de vocês dois. 

Sarah : - E quanto a Sephiroth, Dustiel, Ravennael e Arturiel? Eles não respondem ao chamado ! 

Maliel pensou e pensou, Lakariel escutou 4 nomes. Todos os nomes eram familiares de alguma forma,  Arturiel era o mais familiar. Ele se lembrava de Arturiel como um Elohim da Quinta casa. O Senhor da Tempestade Vermelha. Aparentemente o Elohim também estava desaparecido o que reforçava que os Rapinantes estavam agindo de forma ofensiva contra os Faustianos. 

Antes de irem Malliel alertava mais uma vez. 

Malliel : - Lakariel, se eu precisar de ambos, você ou Lirus eu entrerei em contato, mas por favor. Procurem se proteger. 

Sarah ainda dava um ultimo beijo no rosto de Malliel e esse pegava o telefone outra vez. 

Lakariel e Lirus então seguiriam para outra limosine, esta era blindada para servir de proteção contra ataques e o selo da Neav Corp estava estampada, a empresa de segurança privada contratada por Spencer. 

A viagem foi curta e em menos de 15 minutos eles estavam no Hotel Drake, foram recebidos as pressas e logo acomodados em quartos separados com cartões magneticos como chaves, mas que ficavam exatamente um na frente do outro. Sarah não disse uma palavra desde então, mas os olhos dela as vezes fitavam Lakariel como se ela realmente temesse o pior para os dois. Assim que Aliester entrasse em seu quarto ele veria um lugar conchegante e espaçoso. Uma suíte com banheira de hidro massagem e uma grande cama de casal confortavel. O Elohim tinha um pouco mais de tempo para pensar em tudo o que aconteceu...

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Dom Fev 25, 2018 12:03 am

Dustiel (Alex Riverstorm)
Fé 1/3
FDV 2/8 
Tormento 8/4  (+3Tormento)
Vitalidade: Aleijado - 5 (6 Agravados) 


Dominios Sombrios da Sede do FBI     

Dustiel se aproveitou do momento para realizar uma tecnica arriscada mas reveladora. O celestial aproveitou o momento certo em que Radrakamus tentava persuadi-lo para atravessar a umbra mais uma vez. 


Assim que ele atravessou a umbra, o Elohim percebeu que não havia criado aquela costura que havia feito da ultima vez. Com algum esforço ele conseguiu realizar sua Doutrina com perfeição, a força do ódio não lhe tomou o controle e ele conseguiu mesmo que controlando a dor por algum momento atravessar a pelicula em direção a Umbra. 

O cenário por sua vez era atorementador, O Elohim caiu logo em seguida ao chão e sentiu que suas asas haviam se despenando no instante momento em que ele atravessou a umbra. Seu corpo foi atirado no chão e sua verdadeira forma revelada, mas em um aspecto deprimente, Dustiel só conseguia se rastejar vagarosamente entre todos aqueles corredores, o cheiro de sangue era forte no local. Uma imagem corrupta das ações de Radrakamus naquele lugar. 

Em muitos lugares que Dustiel olhava ele via um mesmo sinal . 


Ele percebeu que aquele sinal na verdade mais se assemelhava com selos e esses selos impedia a travessia de muitos espectros pudessem fugir do local. 



Dustiel escreveu:
Teste Doutrina dos Reinos 2 - Des+Presciencia Diff 6.+1FDV(Ignorar a dor) = 4 Sucessos
dustiel Teste de Int+ Ocultimo Diff. 4 = 3 Sucessos

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   Dom Fev 25, 2018 1:20 am

Jean escuta as palavras de seu pai e pondera sobre tudo isso.

Ao que parece, ele estava diante de um membro de uma sociedade que busca proteger os grandes segredos da humanidade e combater aqueles que tentam se apossar destes segredos para benefício próprio. Esta pessoa não era nada menos que seu próprio pai. A outra criatura seria uma entidade poderosa que teria participado da própria criação do mundo. Angelo e Otavio pareciam ter conhecimento sobre estas duas pessoas pois não se abalaram com as revelações e para completar, Michael seria o inimigo temido, que busca trazer uma entidade tão poderosa quanto Atiliel, mas embora não tenha sido dito abertamente, a tendência dessa criatura era contrária à de Atiliel. Para fechar a linha de raciocínio, o ritual que Michael procurava completar ainda não estava terminado e Angelo e Jean ainda corriam perigo, assim como a professora Strong, Leila e Bomba também.

Jean ficou quieto por um instante. O que eles fariam? Jean iria continuar na faculdade como se não soubesse de nada? Atuaria ativamente nisso tudo? O que eles tem em mente? Jean e Angelo conseguiram impedir Michael uma vez, mas se houver uma próxima vez, pode ser que não tenham êxito. Michael deve estar furioso e não irá dar bobeira.

Jean: - Bom, isso é realmente muita coisa, mas eu já tenho vivido muita coisa desde Silent Hill. Por um tempo achei que tudo aquilo tivesse sido um pesadelo, mas está tudo voltando. Eu já lidei com uma criatura dessas antes e ele possuía um objetivo semelhante ao de Michael. Mas e ae, o que vamos fazer agora?

Jean não pôde deixar de pensar em Sarah, a irmã que ele conheceu em Silent hill. Ele sente saudades dela e se lembra de ela dizer que o amava e ele não podia deixar de sentir o mesmo por ela. Depois do que aconteceu lá, ele nunca mais a viu mas se lembra do que ela disse sobre as criaturas. Samael, príncipe dos Rapinantes e Halaku, aquele que seria trazido para o mundo dos vivos. Ela também comentou algo sobre os Reconciliadores e que após a intervenção em Silent Hill, disse que eu era visto com bons olhos por essa "facção".

Jean: - Aproveitando o embalo, quem são os reconciliadores e os rapinantes?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Long Branch By Night - O Ritual das 8 Virtudes Corrompidas
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [VB6] Valor maior que o da variável Long
» Big Apple (Nova York by Night) - O Conto da cidade Vampirica .
» New Jersey by Night - Projeto Paradoxo
» New Jersey By Night - Tempos de Loucura
» [ÁLBUM] Troye Sivan - The Night is Timeless

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Entre Anjos e Demônios :: Narrativas :: Crônicas Oficiais-
Ir para: